Jogadores do São Paulo fazem alerta após vitória convincente

São Paulo, SP

22-10-2017 19:19:28

O São Paulo bateu o Flamengo de forma categórica na tarde desse domingo e se afastou da zona de rebaixamento. Mas, na saída de campo, mais do que comemorar os três pontos no estádio do Pacaembu, os jogadores tricolores se cobraram para que a equipe, enfim, consiga engrenar uma sequência de bons resultados e que o triunfo sobre os cariocas não seja só mais um em que acaba esquecido rapidamente por causa de uma atuação discrepante na rodada seguinte.

“Talvez seja a nossa principal deficiência no campeonato inteiro. Isso precisa ser corrigido. Mas temos que valorizar a vitória, porque é um dos grandes clássicos nacionais. O Flamengo é uma grande equipe, com jogadores a nível de Seleção. A equipe jogou bem, soube segurar o resultado, soube não levar gol. Coisa que também acontecia constantemente na competição”, alertou Petros, em entrevista ao Premiere.


“Esse é o espírito, vamos tentar não deixar que no próximo jogo esse espírito se esvaia”, avisou Hernanes. “Mais do que a cobrança externa, é a nossa cobrança, a vergonha interior, fazer um jogo como esse e não conseguir dar sequência. Hoje foi um jogo mais equilibrado e mais constante na marcação”, completou o capitão são-paulino.

Sidão, que apareceu com duas grandes defesas nos minutos finais, admitiu uma reunião entre os atletas para tratar essa oscilação e espera que a postura se mantenha, principalmente fora de casa. Vale lembrar, no entanto, que o próximo desafio do São Paulo é contra o Santos, de novo no Pacaembu e como mandante.

“Essa cobrança não foi só contra o Fluminense, são todos os jogos fora de casa. A gente joga bem em casa e fora joga muito diferente, digo na questão de intensidade, de entrega. A gente tem se cobrado mais nisso”, explicou o goleiro, antes de detalhar a estratégia adotada contra o Flamengo, nesse domingo.

“A gente cobra, grita aqui, para que a zaga saia, não dá para sair vendido, eles têm qualidade e a gente acaba se exposto de forma desnecessária. Acabamos marcando um pouco mais atrás. Funcionou”.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

E funcionou muito por causa da entrada de Jucilei. Dorival apostou no volante como principal protetor à zaga, dando mais liberdade para Petros e com a saída de Lucas Fernandes da escalação titular.

“Sabemos que não podíamos tropeças, a rodada era importante para nós, diante de um time qualificado, estávamos focados em fazer uma grande partida”, comentou Jucilei, minimizando sua atuação individual.

“Jogador sempre quer jogar, o Dorival tem as escolhas dele, tenho de ser profissional, como fui, treinar duro e forte. O Dorival falou para mim: ‘chegou sua oportunidade’. Na minha posição, protegendo a defesa, graças a Deus fiz uma boa partida e pude ajudar”, comentou. “Não mostrei nada, não é mostrar. É fazer o meu trabalho bem feito, o São Paulo é maior que isso tudo”, concluiu o jogador.

 

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?