João Schmidt se despede, agradece e valoriza carreira no São Paulo

São Paulo, SP

01-07-2017 16:59:37

A porta de saída do São Paulo segue aberta. Dessa vez foi a vez de João Schmidt se despedir do clube no meio da temporada rumo à Europa. O volante cumpriu o que prometera no começo do ano e se transferiu para a Atalanta, da Itália, ao fim de seu vínculo com o Tricolor do Morumbi. Dessa forma, o São Paulo não recebeu nenhuma compensação financeira pelo jogador que criou em Cotia. Por outro lado, João Schmidt fez questão de mostrar toda sua gratidão por meio de uma postagem em seu Instagram.

"Nesta sexta-feira se encerrou mais um ciclo na minha vida. Um ciclo no qual fui muito feliz. Desde os 12 anos visto essa camisa, indo diariamente aos CT’s de Cotia e Barra Funda, dando meu melhor e seguindo em busca do meu sonho. Quero agradecer ao São Paulo Futebol Clube por ter me dado a oportunidade de realizar meu sonho de criança, que era me tornar um jogador de futebol”, escreveu.

Agradeço aos funcionários do clube, aos jogadores, membros da comissão, toda torcida tricolor e a todos que fizeram parte dessa minha trajetória. Enfim, aqui me despeço com a certeza de que fiz meu melhor com essa camisa. Obrigado por tudo São Paulo. Aqui eu vivi os melhores momentos da minha vida!", completou o jogador.

Hoje com 24 anos, João Schmidt estrou na equipe profissional do São Paulo em 2012, quando fez apenas seis jogos. No ano seguinte, foram sete partidas. Em 2014, com um time recheado de estrelas, o volante só entrou em campo uma única vez. Por isso, em 2015, ano que fez apenas quatro jogos com a camisa são-paulina, acabou emprestado ao V. Setúbal, de Portugal, onde disputou 34 jogos e marcou oito gols.

De volta ao clube que o revelou, em 2016, João Schmidt foi utilizado em 32 duelos e anotou seus dois primeiros gols pela equipe principal. Esse ano, Rogério Ceni, mesmo ciente de que o atleta estava de malas prontas para a Itália, resolveu utilizou João como titular em 15 dos 20 jogos que o jogador fez nessa temporada.

Deixe seu comentário