Irritado, Bauza despista sobre oferta da Argentina: "Só falamos de futebol"

São Paulo, SP

24-07-2016 19:05:25

O Patón negou ter recebido qualquer oferta para assumir o comando da seleção de seu país

Após a derrota do São Paulo, por 1 a 0, diante do Grêmio, na tarde deste domingo, em Porto Alegre, o técnico Edgardo Bauza comentou a reunião que teve com dirigentes da AFA (Associação de Futebol Argentino), na última sexta-feira, em Buenos Aires. Irritado com a insistência das perguntas feitas pelos jornalistas, o Patón foi sucinto e não revelou se recebeu uma oferta para assumir a seleção de seu país.

"Essa é a última vez que eu respondo uma pergunta sobre isso", esbravejou o treinador de 58 anos. "Os dirigentes da AFA queriam falar comigo. Falamos de futebol e nada mais. E eles decidirão o treinador. Foi a título de conhecimento e nada mais", resumiu, durante coletiva de imprensa na Arena do Grêmio.

Questionado se foi informado do prazo para a AFA anunciar o sucessor de Gerardo "Tata" Martino, Bauza foi ainda mais breve. "Esse não é um problema meu. Não tenho ideia", concluiu.

Fato é que o Patón figura entre os favoritos para comandar a atual vice-campeã mundial. No último sábado, dirigentes conversaram com o técnico Miguel Ángel Russo e avisou que deverá se reunir com Marcelo Bielsa em breve. Armando Pérez, presidente da Comissão Normalizadora, grupo nomeado pela Fifa para administrar interinamente a AFA, disse que uma definição sairá em oito dias no máximo.

Caso seja preterido por seus compatriotas, Edgardo Bauza terá uma semana inteira para treinar o São Paulo, que voltará a campo no próximo domingo, às 11 horas (de Brasília), pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, no qual o clube do Morumbi ocupa a modesta nona colocação, com 22 pontos.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?