Futebol/Campeonato Brasileiro

Helinho vira exemplo de base em evidência sob o comando de Jardine

Marcelo Baseggio - São Paulo , SP
19/11/2018 09:00:54

Em: Brasileiro Série A, Escolha do editor, Futebol, São Paulo

Dizer que o São Paulo de André Jardine se livrou das influências do trabalho de Diego Aguirre é besteira, mas já é notável algumas mudanças da equipe sob o comando do novo treinador. Uma delas é a maior oportunidade a garotos que sequer vinham sendo utilizados no profissional, como o jovem Helinho, mais um garoto de Cotia que deve se firmar na equipe principal.

Depois de marcar seu primeiro gol como profissional no empate em 2 a 2 com o Flamengo, quando Aguirre ainda estava no cargo, e ter atuação de destaque contra o Grêmio, na última rodada, Helinho vem caminhando a passos largos para ser uma das primeiras opções do ataque do São Paulo. Neste domingo, contra o Cruzeiro, no entanto, o garoto ficou de fora da partida,e André Jardine explicou o motivo.

“O Helinho, se tivesse condições físicas, começaria o jogo [contra o Cruzeiro]. Entendo que ele fez um grande jogo, foi uma das melhores peças da nossa equipe contra o Grêmio, saiu já naquele jogo porque não aguentou, travou as duas pernas. Infelizmente, pegamos o jogo com menor tempo de descanso entre eles, acreditava que o Helinho conseguisse se recuperar, mas ele relatou hoje que ainda sentia as duas panturrilhas muito pesadas”, afirmou Jardine.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

“Com todos os elementos que temos, nos reunimos e constatamos que o risco de lesão dele seria imenso. Com isso, abriu a possibilidade de colocar um outro jogador ali, talvez o mais parecido com o Helinho no plantel seja o Antony, talentosíssimo, mas também não tinha condições de aguentar o jogo inteiro. Shaylon está vivendo um grande momento, se dedicando muito nos treinamentos e tinha a função e competência para controlar o jogo e exercer a função de meia”, completou o técnico são-paulino, justificando sua escolha por Shaylon.

Fato é que as decisões tomadas por André Jardine desta vez deram certo, e o São Paulo garantiu matematicamente sua vaga na pré-Libertadores. Restando mais três rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro, agora o grande objetivo da equipe será retomar a quarta colocação, que hoje pertence ao Grêmio, e ir direto para a fase de grupos do torneio continental. Com ou sem garotos, desbancar o Tricolor gaúcho se tornou palavra de ordem no Morumbi.




×
Quer receber notícias do São Paulo?