Diego Costa alcança status de capitão com Ceni: “Que o torcedor também confie em mim”

São Paulo, SP

25/06/22 | 18:45 - 25/06/22 | 20:18

Um dos maiores beneficiados com a chegada de Rogério Ceni ao São Paulo foi Diego Costa. O zagueiro, que após um bom início no profissional caiu no ostracismo por atuações inseguras e falhas recorrentes, ganhou um voto de confiança do treinador e hoje figura como uma das principais peças do elenco.

Diego Costa foi capitão do São Paulo nos últimos três clássicos e vem revezando a faixa principalmente com Calleri, Miranda e Rafinha na atual temporada. Ceni vê o zagueiro como um líder natural, apesar da pouca idade, e com potencial para se tornar uma referência no clube, algo que vem se concretizando a cada jogo da equipe.

‘Passa muita coisa. Passa o tempo todo que treinei em Cotia, quantas horas passo antes e depois na academia para estar jogando, com a faixa de capitão. Fico feliz pela confiança do grupo e do Rogério em mim”, disse Diego Costa.


De acordo com o Footstats, o camisa 4 é o zagueiro com mais desarmes no Campeonato Brasileiro (22) e o segundo com mais roubadas de bola na Copa do Brasil (9). Ele também foi o único a ser capitão do São Paulo em dois jogos consecutivos depois da terceira partida da temporada, quando Miranda acabou vestindo a braçadeira em dois compromissos seguidos.

“É uma grande responsabilidade, mas fui capitão a base toda, conheço o clube desde pequeno. Espero que o torcedor também confie em mim. A gente vai trilhando nosso caminho para colocar o São Paulo onde ele merece estar”, completou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Diego Costa foi quem levantou o troféu, por exemplo, da última Copinha conquistada pelo São Paulo, em 2019. Capitão, o zagueiro também atuava como volante na época e participava do time que também contava com Antony, Rodrigo Nestor, Gabriel Sara, Welington, Thiago Couto, entre outros.

Para o jogo deste domingo, contra o Juventude, Diego Costa é dúvida devido ao desgaste causado pelos dois jogos contra o Palmeiras desta semana. Recentemente, após um exame de ultrassom, Rogério Ceni poupou o zagueiro do duelo com o América-MG pelo risco de ele sofrer uma lesão caso fosse a campo. Tendo de lidar com oito desfalques, o comandante tricolor não se pode dar ao luxo de perder mais atletas devido a problemas físicos. Por isso, há boas chances de o São Paulo entrar em campo com uma formação alternativa nesta rodada do Brasileirão.

Deixe seu comentário