Cueva se desculpa: “Quem nunca errou, que atire a primeira pedra”

José Victor Ligero - São Paulo , SP
03/02/2018 21:19:14 — 03/02/2018 22:45:28

Em: Campeonato Paulista, Futebol, São Paulo
Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O meia Christian Cueva foi o protagonista da vitória do São Paulo por 2 a 0 sobre o Botafogo-SP, na tarde deste sábado, no Morumbi. Reintegrado à lista de relacionados após três jogos afastado por mau comportamento, o peruano melhorou o time no segundo tempo e marcou, de pênalti, o segundo gol do Tricolor, comemorado com um pedido de desculpas à torcida.

Insatisfeito com a reserva e seduzido por uma oferta do Al-Hilal, da Arábia Saudita, o camisa 10 ficou de fora das vitórias sobre Mirassol e Madureira e da derrota para o Corinthians. Antes, já havia se reapresentado para a pré-temporada com seis dias de atraso, o que lhe rendeu uma multa no salário.

Após fazer as pazes com a torcida, Cueva projetou o seu futuro no clube e procurou não ser muito duro consigo. “Estou feliz pelo resultado, pela vitória e por ter ajudado. Tive um erro, mas pedi desculpas ao clube, à torcida e aos meus companheiros. Esse assunto já passou. Agora, estou à disposição dos meus companheiros e do clube”, afirmou, na zona mista do Morumbi.

“Todos erram. Errei, mas tudo já foi falado internamente, com as pessoas que tenho de falar. Agora, só tenho de fazer minha função: trabalhar, treinar e dar o melhor pelo time. O treinador e meus companheiros me deram confiança. Na vida, todos erram. Quem nunca errou, que atire a primeira pedra. Mas estou feliz pelo jogo, pela vitória, e agora é pensar no próximo jogo”, acrescentou.

Um dos destaques da campanha que levou o Peru de volta à Copa do Mundo, Cueva esteve acompanhado do técnico Ricardo Gareca no Morumbi. O técnico da seleção de seu país veio ao Brasil para conversar com o meia, que admitiu ter ficado seduzido com a proposta do clube saudita.

“O Gareca sempre me falou o que pensa, sempre conversamos. Ele gosta muito do futebol brasileiro, sabe como o São Paulo é grande. Tenho contrato com o São Paulo. Se em algum momento teve proposta ou coisas assim, é natural e normal um jogador ver algo que, pessoalmente e à família, pode crescer como jogador e pessoa, no âmbito familiar”, reconheceu.

Com o triunfo, o São Paulo chegou aos sete pontos e agora divide com a Ponte Preta a liderança do Grupo B. O próximo compromisso do time dirigido por Dorival Júnior é o confronto com o Bragantino, às 21h45 (de Brasília) desta quarta-feira, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Paulista.




×
Quer receber notícias do São Paulo?