Cuca explica Hudson no banco do São Paulo: “Não quer ser efetivado como lateral”

São Paulo , SP
22/07/2019 20:53:34 — 22/07/2019 20:54:12

Em: Brasileiro Série A, Escolha do editor, Futebol, São Paulo

A ausência de Hudson no time titular do São Paulo foi a principal novidade na escalação para o jogo contra a Chapecoense, na noite desta segunda-feira, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. Momentos antes da partida, o técnico Cuca explicou a opção por Igor Vinícius na lateral direita.

“O Hudson teve uma conversa comigo. Ele sempre foi um volante, não quer ser efetivado como lateral direito, e eu concordo e entendo o profissional. Ele está à disposição para um caso de necessidade, mas ele não quer ser efetivado. Por isso a entrada do Igor Vinícius”, elucidou o treinador, em entrevista ao canal Premiere.

Volante de origem, Hudson vinha atuando como lateral direito improvisado desde a fase de mata-mata do Campeonato Paulista. A estratégia, implementada primeiro pelo coordenador técnico Vagner Mancini, era reforçar a marcação no setor, já que Igor Vinícius não tem a parte defensiva como seu ponto forte.

Internamente, Hudson recebeu elogios da comissão técnica por se colocar à disposição para jogar de forma improvisada e por sua dedicação na lateral. Atualmente, Tchê Tchê é quem vem atuando como segundo volante, posição de preferência do camisa 25.

O São Paulo está de olho no mercado em busca de um lateral direito. Recentemente, o clube tentou a contratação de Adriano, ex-Barcelona, mas não entrou em acordo financeiro com o jogador.




×
Quer receber notícias do São Paulo?