Futebol/Bastidores

Cuca enxerga Dani Alves ao lado de Hernanes, mas projeta deficiência defensiva

São Paulo , SP
22/09/2019 08:00:58

Em: Bastidores, Escolha do editor, Notícias, São Paulo
Cuca escalou o São Paulo em uma espécie de 3-5-2 contra o Botafogo (Foto: Rubens Chiri/SPFC)

Na partida diante do Botafogo, o São Paulo começou jogando com Hernanes e Daniel Alves no meio-campo pela primeira vez. Contra o CSA, no último domingo, a dupla já havia atuado junta, mas o jogador da Seleção Brasileira fez a lateral direita, indo para o setor de criação apenas no decorrer do segundo tempo.

Após a vitória, o técnico Cuca foi questionando sobre se vê os dois veteranos atuando juntos novamente, e respondeu de maneira positiva, mas destacou a perda do poder de marcação do Tricolor Paulista com ambos fazendo funções no meio-de-campo.

“Enxergamos e colocamos num jogo fora de casa. Lógico que não vai ter uma supermarcação. Vai ficar com deficiência defensiva, são jogadores de qualidade no ataque. Não são pegadores. Então faz alguma contenção, como fizemos com um terceiro zagueiro. No segundo tempo mudamos e o time encaixou melhor”, declarou.

A contenção mencionada por Cuca foi o esquema com três zagueiros. O técnico testou Juanfran como um terceiro homem de zaga, abriu Daniel Alves pela direita e propiciou uma maior liberdade para Hernanes encostar em Pablo. O comandante tricolor, inclusive, comentou a alternância de posições do “Good Crazy”.

“Ele jogou contra o CSA na lateral. Hoje na meia, uma parte do jogo fez o quarto homem pela direita. Na medida que sentimos o jogo vamos posicionando ele da maneira que se sinta bem e seja mais útil para o time. Como foi hoje, o Botafogo marcando muito e ele com boa visão de jogo, finalizações, profundidade”, analisou.

“É um processo natural. Quando veio ao São Paulo querendo jogar na meia, é a posição que vamos usar. E esporadicamente, quando tiver necessidade, vamos usar na lateral como no jogo passado”, finalizou.




×
Quer receber notícias do São Paulo?