Com sonho de Copa, Diego Souza faz coro por Scarpa no São Paulo

José Victor Ligero - São Paulo , SP
11/01/2018 13:02:48 — 11/01/2018 14:08:27

Em: Campeonato Paulista, Escolha do editor, Fluminense, Futebol, Mercado da bola, São Paulo
Diego Souza recebeu de Raí a camisa 9 do São Paulo (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

Apresentado como reforço do São Paulo durante a tarde desta quinta-feira, Diego Souza herdou a camisa 9 após a saída de Lucas Pratto ao River Plate. Com a numeração de centroavante, o versátil jogador torce por um acerto entre Tricolor e o meia-atacante Gustavo Scarpa, de quem espera receber ajuda para marcar gols pelo novo clube.

Ex-companheiros de Fluminense, em 2016, Diego Souza e Scarpa podem reeditar a parceria caso o São Paulo entre em acordo com o Tricolor das Laranjeiras. Ciente do caso na Justiça envolvendo clube e jogador, a diretoria são-paulina espera concretizar uma negociação amigável, com a retirada da ação movida pelo atleta.

“Não tive nenhum contato com o Scarpa, até porque fiquei pouco tempo na minha volta ao Fluminense. É um grande jogador, como eu preciso fazer gol, sem dúvida nenhuma é um cara que me ajudaria bastante”, afirmou o atleta.

Durante a entrevista coletiva, Diego Souza não escondeu que o seu principal objetivo com a troca do Sport pelo São Paulo é aumentar a visibilidade em relação ao técnico Tite e disputar a Copa do Mundo pela Seleção Brasileira.

“Continuo sonhando e acreditando. Fui convocado algumas vezes no ano passado e isso me deixa motivado e esperançoso de poder fazer parte do grupo. Tenho que estar bem, fazendo gols, porque só assim posso conquistar não só a torcida, mas uma vaga na Seleção Brasileira”, projetou o meia-atacante, que treina no CT da Barra Funda desde a última terça-feira.

“Infelizmente teve a contusão do Gabriel Jesus – não sei se ele estará à disposição nos próximos amistosos -, se não tiver, terei mais uma chance. E, estando dentro dos amistosos, é dar meu melhor e mostrar que tenho condições de estar no grupo”, acrescentou.

Principal reforço do São Paulo neste início de ano, Diego Souza teve 100% de seus direitos econômicos adquiridos por R$ 10 milhões. Com um contrato válido até o fim de 2019, o jogador de 32 anos não poderá estrear no próximo dia 17, diante do São Bento, em Sorocaba.

Explica-se: seu nome não apareceu no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF na última quarta, prazo determinado para pode atuar na primeira rodada do Campeonato Paulista. Dessa forma, a tendência é que debute com a camisa 9 do Tricolor no dia 20, contra o Novorizontino, às 19 horas (de Brasília), no Morumbi, pela segunda rodada do Estadual.