Ceni exalta seus atletas após classificação: “Têm ajudado o clube mais do que imaginam”

São Paulo, SP

19/08/22 | 00:29

O técnico Rogério Ceni foi só elogios aos seus jogadores após a classificação para a semifinal da Copa do Brasil nesta quinta-feira ao empatar em 2 a 2 com o América-MG, na Arena Independência, em Belo Horizonte, pela volta das quartas de final da competição.

O comandante tricolor exaltou a postura dos atletas na partida desta quinta-feira, em que o São Paulo jogou a maior parte do segundo tempo com um homem a menos devido à expulsão questionável de Miranda, mas também lembrou do comprometimento demonstrado por eles ao longo de toda a temporada.

“Na terceira rodada do Campeonato Paulista tinha gente falando que não ia dar em nada. O clube atravessa uma situação delicada, e os jogadores têm ajudado muito o clube, mais do que vocês imaginam. Então, é muito legal ver esse time. Sei que não fomos campeões paulistas, isso machuca muito o torcedor, porque era um título possível, mesmo contra um grande rival, pela maneira que vencemos o primeiro jogo. Mas, ver o São Paulo em duas semifinais em um ano de colapso financeiro é motivo de orgulho. Muito mérito dos jogadores, dos caras que hoje vestem essa camisa”, disse Rogério Ceni.


O treinador são-paulino também lamentou o fato de sua equipe não ter controlado todo o jogo da mesma forma que fez nos 30 primeiros minutos, quando abriu 2 a 0 e chegou ao ataque adversário com facilidade, jogando entrelinhas, encontrando bons passes e envolvendo o time do América-MG. Devido à expulsão de Miranda no início da etapa complementar, o Tricolor teve de lidar com algumas limitações, mas já na reta final do primeiro tempo já sofria com a pressão dos donos da casa.

“Demos azar na expulsão, porque no começo conseguimos executar com perfeição. O Luciano foi peça importante, foi a válvula de escape, fez as melhores tabelas e teve a felicidade de finalizar duas vezes frente ao gol, podendo fazer os dois gols que nos levaram à semifinal da competição”, prosseguiu Ceni.

Já em relação à expulsão de Miranda, o técnico tricolor preferiu não polemizar, enfatizando o esforço coletivo do São Paulo para compensar a ausência do experiente zagueiro na etapa complementar.

“Eu não consegui ver de onde eu estava o porquê [da expulsão], chegou um pouquinho atrasado, algo assim. Mas, aqui todos são importantes. Em alguns momentos, falham, como a gente também erra em alguns momentos. O que é preciso destacar são aqueles que ficaram em campo e fizeram pelo Miranda no dia de hoje o que era possível ser feito”, concluiu o técnico tricolor.

O São Paulo terá pela frente o Flamengo na semifinal da Copa do Brasil. Nesta sexta-feira, às 11h (de Brasília), a CBF realiza o sorteio para definir o mando de campo dos jogos, que começam já na próxima semana.

Deixe seu comentário