Calleri desembarca em SP falando em "gana por Libertadores"

São Paulo, SP

25-01-2016 23:39:41

Quarto reforço do São Paulo para 2016, o atacante Jonathan Calleri desembarcou na noite desta segunda-feira no Aeroporto de Guarulhos, horas depois de ter dado declarações polêmicas à imprensa argentina deixando explícita a vontade de ter continuado no Boca Juniors. No entanto, na chegada a São Paulo, o jogador tratou de mostrar desejo de jogar a Copa Libertadores no Tricolor.

“Há muita expectativa, muita vontade de que tudo dê certo. Tudo é muito lindo. Chego com muita gana para ganhar a Libertadores. Quero jogar, entrar no grupo logo. Estou tratando de terminar tudo, assinar o contrato e já começar a treinar”, disse o argentino.

Calleri também falou sobre os futuros companheiros de clube e já tratou de elogiar o parceiro de ataque, Alan Kardec. “O Centurión eu conheço, e o Lugano, que foi um jogador muito importante para o Uruguai. Conheço muitos jogadores, o Alan Kardec, que é um jogador que eu gosto muito”, falou o atacante, que assina com o Tricolor na manhã desta terça-feira.

O argentino ficará seis meses emprestado ao São Paulo. Haverá uma cláusula no contrato que estenderá a permanência do atacante no Morumbi caso o time avance às fases finais da Copa Libertadores - a grande decisão está prevista para julho.

O atleta, que atuou na última temporada pelo Boca Juniors, foi comprado por um grupo de empresários por R$ 48 milhões e está registrado em um pequeno clube do Uruguai, o Deportivo Maldonado. A equipe é administrada por Juan Figer, que possui bom trânsito no São Paulo e viabilizou o retorno do ídolo Diego Lugano ao Morumbi.

A ideia inicial dos empresários era transferir Calleri para a Inter de Milão, mas o atacante não tem cidadania italiana e o clube não possui mais vagas para inscrever estrangeiros. A transação, então, foi adiada para a próxima janela de transferências para o jogador reunir a documentação necessária para a emissão do passaporte europeu. Para evitar que o atacante argentino ficasse sem atuar nos próximos seis meses, o empréstimo para o São Paulo foi a saída encontrada pelas partes interessadas na ida de Calleri à Itália.

O Atlético-MG surgiu como um dos interessados em contar com o futebol do argentino nesse período, mas o São Paulo contou com a ajuda do técnico Edgardo Bauza para superar a concorrência do rival. Embora o Galo tenha apresentado uma proposta financeira superior para o jogador, Calleri foi convencido pelo treinador que o Tricolor seria uma oportunidade melhor para seu futuro imediato. Entre os pontos apresentados por Bauza está a garantia de que o atacante poderá conquistar a titularidade na Copa Libertadores com mais facilidade.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?