Bauza confirma reservas e time terá Lucão no meio-campo contra o Fogão

Tomás Rosolino - São Paulo,SP

13/05/16 | 11:28 - 13/05/16 | 12:58

Zagueiro será improvisado ao lado de Banguelê na equipe tricolor


O São Paulo terá um time totalmente formado por reservas na partida de domingo, diante do Botafogo, às 11h (de Brasília), no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. A confirmação se deu no treinamento da manhã desta sexta-feira, quando o técnico Edgardo Bauza, mesmo já com os titulares à sua disposição, voltou a escalar os suplentes para fazer um treino tático e um coletivo diante da equipe sub-20 do Tricolor.

A escalação é a mesma utilizada na quinta, com o zagueiro Lucão fazendo as vezes de volante ao lado do garoto Banguelê. Na zaga, Lyanco e Lugano formarão a dupla. Em meio a nomes pouco utilizados pelo argentino, como os laterais Auro e Matheus Reis, o setor da equipe que mais tem atletas já acostumados a atuar é o ataque, formado pelo colombiano Wilder, o argentino Centurión e o atacante Alan Kardec.

Dessa forma, o time terá Renan Ribeiro; Auro, Lugano, Lyanco e Matheus Reis; Banguelê, Lucão, Wilder, Lucas Fernandes e Centurión; Alan Kardec. Os são-paulinos encararam os juniores reforçados pelo goleiro Léo, o zagueiro Luiz Eduardo e o atacante Rogério durante cerca de 40 minutos, em duelo que terminou sem gols. Do outro lado, atuaram Léo, Araruna, Kal, Luiz Eduardo e Caíque; Artur, Luisão e Shaylon; Luiz Araújo, Rogério e Pedro.

Preocupado sempre com a ordem tática das suas equipes, Patón preferiu paralisar bastante a atividade para corrigir posicionamentos, principalmente da dupla Lucão/Banguelê. Tanto nas bolas paradas ofensivas quanto defensivas, o argentino orientou bastante a movimentação dos volantes da vez.

Enquanto isso, os titulares que derrotaram o Atlético-MG por 1 a 0, na quarta-feira, acompanhados pelo meia Michel Bastos, apenas correram ao redor do gramado. As ausências ficaram por conta do lateral direito Bruno, recuperando-se de uma virose, o lateral esquerdo Mena e o zagueiro Maicon, fazendo tratamento no Reffis.

O goleiro Denis, que fica fora por opção pela primeira vez na temporada, realizou trabalhos específicos com o preparador de goleiros, Carlos Gallo, e depois treinou chutes a gol com Kardec. A última parte da atividade, por sinal, buscou aprimorar principalmente as finalizações de todos os atletas.

Com estreia marcada no Brasileiro para o domingo, o Tricolor está com o pensamento ligado na Copa Libertadores da América. Na quarta, em Belo Horizonte, o time defende a vantagem obtida no Morumbi diante do Atlético-MG, dessa vez no estádio Independência.

Deixe seu comentário