Após assumir bissexualidade, Richarlyson ganha apoio do São Paulo: ''Respeito máximo''

São Paulo, SP

24/06/22 | 21:27 - 24/06/22 | 23:51

O São Paulo se manifestou após seu ex-meio-campista Richarlyson assumir sua bissexualidade durante participação no podcast Nos Armários dos Vestiários. Às 20h, o Tricolor fez post e lembrou a garra e coragem do então camisa 20, que integra a calçada da fama do Morumbi.

''20h, para enaltecer o camisa 20. Por ter honrado as cores do São Paulo com garra e conquistado importantes títulos, Richarlyson integra o Caminho dos Ídolos, no Morumbi. Essa mesma coragem ele demonstra em sua vida. Respeito máximo por sua trajetória!'', escreveu o São Paulo em suas redes sociais.

Richarlyson fez parte de uma das épocas mais vitoriosas da história da equipe paulista. Atuando pelo clube entre os anos de 2005 e 2010, o volante disputou 244 partidas e marcou 12 gols, além de ter conquistado uma Libertadores, um Mundial, três Campeonatos Brasileiros e um Campeonato Paulista.

“A vida inteira me perguntaram se sou gay. Eu já me relacionei com homem e já me relacionei com mulher também. Só que aí eu falo hoje aqui e daqui a pouco estará estampada a notícia: ‘Richarlyson é bissexual’. E o meme já vem pronto. Dirão: ‘Nossa, mas jura? Eu nem imaginava’. E o mais importante, que é a questão da homofobia, não vai mudar. Infelizmente, o mundo não está preparado para ter essa discussão e lidar com naturalidade com isso'', contou Richarlyson.

Dentro de campo, o São Paulo se prepara para seu próximo confronto. Após ter vencido o rival Palmeiras, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o time de Rogério Ceni terá pela frente o Juventude, em casa, às 18h (de Brasília) deste domingo.


Apoio de outros clubes

Além do São Paulo, outros clubes também se manifestaram em apoio a Richarlyson. Um deles foi o arquirrival Corinthians: ''Richarlyson foi um grande jogador, um grande rival em campo e é um grande profissional do meio esportivo. Agora, ao se assumir bissexual, segue sendo tudo isso e ainda se coloca como mais uma importante voz de resistência. Máximo respeito'', escreveu o Timão.

''Respeito. Igualdade. Inclusão.'', escreveu o Vasco, que faz forte campanha contra a homofobia e em apoio aos direitos LGBT+.

O Atlético-MG, clube pelo qual Richarlyson foi campeão da Libertadores, em 2013, também fez publicação de apoio nas redes sociais: ''Ao campeão da Libertadores, os nossos parabéns pela coragem. Richarlyson, obrigado por reconhecer que o Galo é o único time em que jogou, no qual não sofreu preconceito. O Galo é time de todos e de todas! Que o futebol seja campo de respeito à qualquer orientação sexual''.

O Santo André também homenageou o jogador, que defendeu suas cores no começo de sua carreira: ''Nesta sexta-feira, (Richarlyson) coloca seu nome na história ao se revelar bissexual e quebrar a barreira do preconceito ainda enraizado no futebol e na sociedade. O futebol evolui e queremos evoluir com ele''.

Deixe seu comentário