Análise: São Paulo dá presente de dia dos pais e apresenta solidez para voltar a vencer no Brasileirão

Redação - São Paulo,SP

15/08/22 | 07:00

Por: Guilherme Goya

Mais de 31 mil pessoas compareceram ao Morumbi neste domingo para acompanhar o duelo entre São Paulo e Red Bull Bragantino. Entre elas, estavam muitas famílias, que comemoraram o dia dos pais com uma vitória do Tricolor do Morumbi. A equipe de Rogério Ceni deu de presente um triunfo como há tempo o torcedor não via no Brasileirão.

Apesar de seguir firme em busca do título na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana, o São Paulo vinha em má fase no Brasileiro, com um jejum de seis jogos sem vitória. Assim, o duelo deste domingo era tido como fundamental para a equipe que começou a rodada a apenas quatro pontos da zona do rebaixamento.

O adversário não era simples, mas o São Paulo mostrou segurança e competitividade para buscar o resultado com autoridade no Morumbi. O duelo começou equilibrado, com as melhores chances do lado são-paulino, mas logo elas ficaram raras. Assim, o primeiro desafio foi segurar a ansiedade até achar os espaços para abrir o placar.

Isso aconteceu aos 24 minutos, em boa trama coletiva da equipe tricolor. Reinaldo construiu jogada pela esquerda e acionou Rodrigo Nestor em profundidade. O meia invadiu a área e finalizou cruzado, de canhota, para colocar o Tricolor em vantagem.

O Red Bull Bragantino até ensaiou uma resposta na cabeçada de Lucas Evangelista no lance seguinte, mas ficou por aí. Rapidamente, o São Paulo conseguiu se organizar defensivamente para não deixar o adversário incomodar. Dessa forma, manteve-se seguro no jogo, sem sofrer grandes sustos.


Depois do intervalo, Ceni repetiu o time e viu Maurício Barbieri fazer duas alterações no ataque. Com postura ainda mais intensa e vencendo os duelos individuais, o São Paulo cresceu no jogo até definir o confronto em apenas 15 minutos. Primeiro, Reinaldo voltou a aparecer bem e desta vez deu assistência na medida para Calleri, que se antecipou à zaga com um cabeceio certeiro. Depois, foi a vez de Rodrigo Nestor vencer a batalha contra três zagueiros e servir Igor Vinícius, que anotou o terceiro gol são-paulino.

Com o 3 a 0 no placar, o São Paulo conseguiu administrar a vantagem de maneira até confortável. Um dos pontos positivos foi não ter recuado, chamando o Red Bull Bragantino para o seu campo. Em vez disso, a equipe de Rogério Ceni seguiu competitiva nos duelos, disputando a posse para seguir incomodando o adversário.

Assim, Felipe Alves praticamente não foi incomodado até o apito final. A entrega dos jogadores foi elogiada por Rogério Ceni após a partida e foi decisiva para o resultado positivo. A vitória ainda dá moral para os próximos compromissos decisivos da equipe.

O São Paulo volta a campo nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), quando visita o América-MG pelo jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil. Na ida, o Tricolor Paulista venceu por 1 a 0 e leva a vantagem mínima para a decisão.

Deixe seu comentário