“A cada momento tinha uma nova exigência”, diz Casares após desistir de Soteldo

Marcelo Baseggio - São Paulo,SP

14-01-2022 17:28:54

O presidente do São Paulo, Julio Casares, detalhou as negociações para contratar Soteldo em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva. O mandatário tricolor tinha a expectativa de trazer um grande nome nesta janela de transferências, entretanto, a proposta não encheu os olhos do venezuelano, de saída do Toronto FC, do Canadá.

“No caso do Soteldo, o São Paulo não nega que tinha o interesse, mas não vamos fugir da responsabilidade financeira, do limite orçamentário. É um grande atleta, mas as contas que o São Paulo fez bateram no limite. Só que pelo lado do atleta, esse limite era bem maior. A cada momento tinha uma nova exigência. Sob pena de não comprometer a instituição, o São Paulo se retirou da negociação”, revelou o presidente Julio Casares.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Havia o entendimento de que Soteldo poderia ver com bons olhos um retorno ao futebol brasileiro após não conseguir engrenar no Toronto FC, do Canadá. Embora tenha atuado em uma liga menos competitiva, o venezuelano não teve o mesmo sucesso que teve com a camisa do Santos, clube no qual viveu o auge de sua carreira. Porém, apesar das dificuldades na América do Norte, ele não abriu mão de manter o salário que ganha por lá.

Por enquanto o São Paulo evita falar em “Plano B”. A diretoria segue acompanhando o mercado em busca de boas oportunidades, independentemente da posição do jogador, mas admite que o elenco está praticamente fechado para 2022.

“O São Paulo não tem ‘Plano A’, ‘B’ ou ‘C’. O São Paulo tem um plano que a gente coloca em prática. A gente vinha conversando com o Soteldo e, paralelamente, fechamos com o Nikão. Isso não quer dizer que o Nikão é um ‘Plano B’. O Nikão foi ‘Plano A’. Temos que ter responsabilidade. Adoraria contratar muita gente, contratamos cinco e ainda renovamos com o Arboleda. A contratação eventual, de oportunidade, ela tem que unir o fator econômico, o perfil do atleta e a oportunidade”, prosseguiu o presidente são-paulino.

Soteldo seria o sexto reforço do São Paulo para a temporada. O clube já anunciou as chegadas de Rafinha, Alisson, Jandrei, Patrick e Nikão, mas tinha esperanças de fechar com o venezuelano para, enfim, suprir a carência de atletas que se destacam pela capacidade de drible e velocidade.

“O São Paulo encerrou o ano com muita gente afirmando que o clube teria um ano com dificuldade, estando fora da Libertadores, com as dívidas que tem. Mas, o São Paulo surpreendeu, trouxe mais cinco reforços e reformou o contrato do Arboleda. Trouxemos jogadores de grande competitividade, de experiência, e juntos com os demais jogadores que ficaram, além das joias de Cotia, esperamos ter um time que surpreenda a todos”, finalizou Casares.

Deixe seu comentário