Futebol/Mercado

Werley e Marquinhos Gabriel devem ser anunciados nesta terça-feira

Do correspondente Tiago Salazar - Santos , SP -
20/01/2015 08:00:34

Em: Futebol, Região Sudeste, Santos

Correndo atrás do tempo perdido por causa das eleições presidenciais no fim de 2014, o Santos não para de se mexer e pode apresentar mais dois reforços nesta terça-feira: o meia atacante Marquinhos Gabriel e o zagueiro Werley. Ambos depois de concretizar a chegada de  Chiquinho, Ricardo Oliveira e Elano, e do colombiano Edwin Valencia, que atuou pelo Fluminense nas últimas cinco temporadas e que chega sem custos ao clube. Valencia já realizou exames médicos e foi integrado ao grupo comandado por Enderson Moreira.

Vinculado ao Al-Nassr, da Arábia Saudita, Marquinhos Gabriel atuou pelo Palmeiras na última temporada, mas pouco fez pelo alviverde da Capital, que brigou até a última rodada para se manter na elite do futebol nacional em 2014. Chegou a substituir Valdivia em algumas oportunidades e está acostumado a atuar tanto pelo meio, quanto mais aberto.

Enderson Moreira foi um dos principais responsáveis pela contratação de Marquinhos. O técnico do Peixe trabalhou com o meio-campista nas categorias de base do Internacional e gosta de seu futebol.

Ao lado de Chiquinho, Valencia e Ricardo Oliveira, Elano foi um dos reforços já apresentados pela nova diretoria
Ao lado de Chiquinho, Valencia e Ricardo Oliveira, Elano foi um dos reforços já apresentados pela nova diretoria – Credito: Ricardo Saibun/Santos FC
Outro que pode ser anunciado oficialmente nesta terça-feira é o zagueiro Werley. O jogador já foi até liberado pelo Grêmio para negociar com a diretoria santista e tudo indica que muito em breve  aparecerá com a camisa do Santos no CT Rei Pelé. A contratação do defensor virou prioridade após a saída do capitão Edu Dracena e do fracasso na tentativa de fechar com Jackson, ex-Goiás, que preferiu o Palmeiras.

Nomes como Guilherme, Dátolo, os goleiros Renan e Ochoa seguem ventilados nos bastidores de Vila Belmiro, mas são contratações mais complicadas, principalmente diante da profunda crise financeira do clube, que prefere agir em silêncio para não causar frustrações nos torcedores.




×
Quer receber notícias do Santos?