Vanderlei brilha de novo, Kayke marca e Santos bate o Palmeiras

Do correspondente Vitor Anjos - Santos, SP
14/06/2017 23:40:57 — 15/06/2017 01:33:59

Em: Brasileiro Série A, Futebol, Notícias, Palmeiras, Santos

Santos e Palmeiras fizeram um jogo que vem resumindo a temporada dos dois clubes até o momento. Considerados como dois dos melhores times do país, os rivais até começaram o clássico bem, mas mostraram pouco futebol durante grande parte dos 90 minutos. Porém, Vanderlei e Kayke fizeram a diferença e tiraram a morosidade do confronto. Enquanto o goleiro brilhou mais uma vez e salvou o alvinegro, o atacante deixou marca novamente, a terceira vez em dois jogos, e decretou a vitória santista por 1 a 0, na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Kayke marcou o único gol do clássico desta quarta-feira, na Vila Belmiro (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Com o triunfo, o primeiro em clássicos no ano, o Peixe chegou aos 12 pontos e entrou no G6 da competição. O alviverde, por sua vez, estacionou nos 7 pontos e ocupa apenas a 15ª posição.

Na próxima rodada, a equipe comandada por Levir Culpi recebe a Ponte Preta, no sábado, às 21h (de Brasília), no Pacaembu. O Verdão joga um dia depois, no domingo, contra o Bahia, às 16h, na Fonte Nova, em Salvador.

Início bom, mas primeiro tempo fraco
O clássico começou em ritmo acelerado na Vila Belmiro. De técnico novo e com o retorno de Lucas Lima, o Santos foi quem iniciou partindo para cima. Logo aos três minutos, Copete lançou para Bruno Henrique dentro da área. Sozinho, o atacante se livrou da marcação, mas parou em Fernando Prass.

Mesmo adotando uma postura mais recuada, o Palmeiras respondeu quatro minutos depois, quando Tchê Tchê arriscou de longe, assustando Vanderlei.

Porém, após as duas oportunidades no início, o clássico caiu de produção. Nervosos, Peixe e Verdão cometeram erros de passe em excesso e pouco criaram durante boa parte do primeiro tempo. Tento que a melhor chance aconteceu somente aos 23 minutos, quando Róger Guedes arriscou de muito longe e acertou o travessão de Vanderlei, quase abrindo o placar para o alviverde.

Apostando nos contra-ataques, o Palmeiras quase fez 1 a 0 no último lance da primeira etapa. Após roubada de bola de Thiago Santos, Guerra avançou pelo lado direito e mandou para Willian cabecear forte, obrigando Vanderlei a fazer linda defesa e manter o marcador zerado na Vila.

Santos marca, Verdão pressiona e Vanderlei salva
Assim como o primeiro tempo, a volta do intervalo começou eletrizante no clássico, com o Santos partindo para cima e o Palmeiras buscando o contra-ataque. Mesmo assim, a oportunidade inicial do Verdão. Logo aos três minutos, Guerra soltou uma bomba de longe e Vanderlei salvou o Peixe mais uma vez.

Dois minutos depois, quem chegou foi o alvinegro. E foi fatal! Após belo lançamento de David Braz, Jean Mota avançou pela esquerda e cruzou para Kayke. O santista se enrolou com o palmeirense Edu Dracena, que ficou no chão. Livre, o atacante só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes, vencendo Fernando Prass e abrindo o placar para o Santos na Vila.

Após sofrer o tento, o técnico Cuca mudou a estratégia, sacando Zé Roberto e colocando Keno. Com isso, o Palmeiras ficou com três atacantes em campo e foi com tudo em busca do empate. Porém, a equipe alviverde parava em Vanderlei, que salvou o Peixe em diversas oportunidades.

Com a vantagem no marcador, o Santos recuou demais e praticamente convidou o Verdão a ficar com a bola em seu campo de defesa. Sofrendo com a pressão do rival, o técnico Levir Culpi resolveu dar mais segurança ao sistema defensivo e colocou Leandro Donizete em campo no lugar de Kayke.

Mesmo sendo arriscada, a mudança surtiu efeito, que o Peixe conseguiu aguentar a pressão do rival, muito graças a mais uma grande atuação de Vanderlei, e saiu de campo com a vitória, a primeira em clássicos em 2017.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 0 PALMEIRAS

Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 14 de junho de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Público: 10.143
Renda: R$ 406.970,00
Cartões amarelos: SANTOS: Lucas Lima. PALMEIRAS: Juninho, Tchê Tchê.

GOLS:
SANTOS: Kayke, aos 5 do 2T;

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima (Vladimir Hernández); Copete (Fábian Noguera), Bruno Henrique e Kayke (Leandro Donizete).
Técnico: Levir Culpi

PALMEIRAS: Fernando Prass; Mayke, Edu Dracena, Antônio Carlos e Juninho; Tchê Tchê (Jean), Thiago Santos (Raphael Veiga), Zé Roberto (Keno) e Guerra; Róger Guedes e Willian.
Técnico: Cuca