Sem título, Santos encara o Bahia para se consolidar no G4

Correspondente Vitor Anjos - Santos , SP
16/11/2017 09:50:04 — 16/11/2017 18:47:22

Em: Bahia, Brasileiro Série A, Futebol, Notícias, Santos

A conquista do título já é passado para o Santos. Após duas derrotas seguidas, para Vasco e Chapecoense, respectivamente, o Peixe deu adeus ao sonho de levantar a taça do Campeonato Brasileiro. Agora, restando apenas quatro rodadas para o término da competição nacional, a equipe de Vila Belmiro pretende se garantir de vez na zona de classificação para a Libertadores. E o primeiro compromisso acontece já nesta quinta-feira, às 21h (de Brasília), contra o Bahia, na Arena Fonte Nova.

Com 56 pontos, os santistas ocupam a quarta colocação, dois atrás do vice Grêmio e dois na frente do Cruzeiro, quinto na tabela e primeiro time fora do G4.

“Disputamos competições difíceis e temos méritos. Não dá para falar que está tudo errado. Ainda brigamos entre os primeiros. Quando se trata de duas derrotas, tem que abrir os olhos. Vamos buscar a Libertadores. Temos condições. Estamos em 4º e podemos ir direto para a fase de grupos. Vamos erguer a cabeça contra o Bahia”, disse o técnico Elano.

Sem chances de levantar a taça, Peixe busca terminar o Brasileirão garantido na fase de grupos da Libertadores de 2018 (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

E para o duelo desta quinta, o comandante santista terá os retornos de David Braz e Bruno Henrique. O atacante já tinha sua volta confirmada, afinal, ele só não entrou em campo na derrota para a Chapecoense, na última segunda, na Arena Condá, pois cumpriu suspensão automática pelo terceiro amarelo.

Já o zagueiro se recuperou de um edema na coxa esquerda, sofrido no revés para o Vasco, na última quarta-feira, na Vila Belmiro.

Em contrapartida, Caju será desfalque mais uma vez. O lateral-esquerdo não enfrentou a Chape por causa de dores musculares na perna esquerda, entre o joelho e o tornozelo.

Tricolor também sonha com Liberta
O sonho de entrar na Libertadores de 2018 não ocupa apenas a mente dos santistas. Enquanto o Peixe luta para se garantir diretamente na fase de grupos, o Bahia, com 46 pontos, praticamente livre do rebaixamento e ocupando a nona posição, ainda tem esperança de terminar o Brasileirão dentro do G7.

E a arrancada do Tricolor Baiano na reta final do torneio nacional se deve ao ótimo desempenho de Edigar Junio. Nos últimos oito jogos, ele marcou nove gols. Além de ajudar a equipe de Carpegiani e subir na tabela, o atacante se aproximou de Fernandão, maior goleador do Bahia na era dos pontos corridos, com 15 tentos anotados no Brasileiro de 2013.

“É o melhor momento [da minha carreira]. Venho tendo bastante sucesso no Bahia. Espero que a gente possa comemorar juntos no fim do ano com nosso objetivo conquistado. A gente tem que mirar bem alto para poder alcançar os objetivos. A gente tem que buscar cada vez mais. E, se tiver possibilidade de alcançar o G7, a gente vai buscar isso. Mas o importante é que, no final, todo mundo esteja feliz, comemorando e dando alegria à torcida”, vibrou Edigar Junio.

Praticamente fora da luta para não cair, Bahia agora mira o G7 do Brasileirão (Foto: Divulgação/ EC Bahia)

E para o duelo contra o Peixe, o Tricolor de Aço deve ter o mesmo time que empatou com o Atlético-MG na última rodada. O zagueiro Lucas Fonseca e o volante Edson, que estão recuperados de lesões e realizam trabalhos físicos, segue fora de combate.

FICHA TÉCNICA
BAHIA x SANTOS

Local: Arena Fonte Nova, Salvador (BA)
Data: 16 de novembro de 2017, quinta-feira
Horário: 21h (Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC/FIFA)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP/FIFA) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP/FIFA)

BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Thiago Martins e Juninho Capixaba; Renê Júnior, Juninho, Zé Rafael e Allione; Edigar Junio e Mendoza
Técnico: Paulo César Carpegiani.

SANTOS: Vanderlei; Daniel Guedes, Lucas Veríssimo, David Braz e Victor Ferraz (Jean Mota); Alison, Renato e Lucas Lima; Bruno Henrique, Arthur Gomes e Ricardo Oliveira
Técnico: Elano




  • Bianca da Silva

    Sem titulo e sem perspectiva de melhora, a menos que as coisas realmente mudem em dezembro. Que ano de amargura! Em dezembro é Andres Rueda assumindo a presidencia, uma nova comissão técnica e metade do time renovado!

  • Jose Da Silva Sauro

    DITADO VEIO: PEIXE MORRE PELA BOCA

    77777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777

    O século atual, indo além do Brasileirão, também é de domínio do Corinthians, que soma cinco Paulistas, uma Liga Rio-SP, duas Copas do Brasil, uma Copa Libertadores, uma Recopa e um Mundial desde 2001: 15 taças. Não dá para negar: o Timão é mesmo o campeão dos campeões, como diz o seu hino. “Figuras entre os primeiros do nosso esporte bretão”. Supremacia corintiana!

    As viuvas piram

    777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777

    • DETONADOR DA VILA

      VAMOS REVEZAR O APITO AMIGO EM 2018/28/38???KKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • SFC – O Maior entre os maiores

    Quero parabenizar o corinthians pelo título, nosso time (Santos) não teve competência, não teve garra, vontade, determinação, comando, … no minimo faltaram esses atributos, poderia acrescentar mais alguns mas melhor parar por aqui. O santos merece estar na quarta colocação (se não perder ela até o final do campeonato) porque quando tiveram oportunidade de aproximar do lider fizeram corpo-mole.

    Elano, pelo amor de Deus. Tire o lucas lima desse time, se entrar com ele vamos perder a quarta posição tambem. Não tenha medo. Olhe para o banco de reservas que voce tem jogadores mais comprometidos e neste final de campeonato os reservas que entrarem darão tudo pra ficar no ano que vem… o L.Lima já está com a vida ganha e contratinho novo no palmeiras, de onde vai sumir tambem como o dracena e o arouca ! mas deixe ele de fora desse jogo.

    • jcpai

      O problema é que o Lucas Lima não tem mais condiçoes de jogar em alto nível, falta arranque, força, competitividade, e o Elano, não ancherga isso, ou seja, coloca êle, prá tirar no segundo tempo, mas aí é como se jogar o primeiro tempo com 10. toma um, dois gols, aí fica mais dificil.

  • Augusto

    Quando um time tem um centro avante de 37 anos, que não corre e só anda em campo, e um volante de 38 anos, que termina todos os jogos com o uniforme sempre limpo devido ao pouco esforço que se empenha nas partidas, não é de se esperar que esse time ganhe algum título mesmo !

  • Ronaldo Silva

    Time Medroso, é capaz de perder hoje para o Bahia. pode até fazer um gol e sair na frente, mas, como sempre recua e toma virada.

  • jcpai

    Outra coisa tem que ficar em cima do árbitro de hoje, que ultimamente tão apitando pró adversario do Santos. Apesar que o árbitro depende bastante da atitude de cada time em campo.

×
Quer receber notícias do Santos?