Santos tenta reaproximação com Robinho e estipula preço pelo atacante

Correspondente Vitor Anjos - Santos , SP
29/12/2017 08:00:13 — 29/12/2017 13:28:30

Em: Bastidores, Escolha do editor, Futebol, Mercado da bola, Notícias, Santos

Assim que foi eleito presidente do Santos, José Carlos Peres afirmou que não pretendia ir atrás de Robinho se o atacante seguisse condenado por violência sexual na Itália. Apesar da postura inicial, o mandatário tem o sonho de contar com o ídolo na temporada.

O camisa 7 não irá renovar seu contrato com o Atlético-MG, que termina no próximo domingo. Porém, ele ainda está longe de acertar seu retorno ao Alvinegro da Vila.

Mesmo com a vontade de contratar Robinho, Peres mostrou preocupação com a marca do Santos e quer analisar a defesa do atacante na Itália antes de intensificar as tratativas. Além disso, o novo mandatário pretende oferecer o salário máximo de R$ 400 mil para o craque.

Robinho está na mira do Santos para 2018 (Foto: Bruno Cantini/CAM)

Marisa Alija, advogada e representante do atacante, ficou chateada com as declarações de Peres sobre a condenação na Itália. Ela acreditava que o clube poderia apoiá-lo no momento difícil e não está vendo com bons olhos o interesse santista. Porém, um possível negócio não está descartado.

Apesar do contrato terminando com o Galo, Robinho não pressa para definir seu futuro e só deve tomar uma decisão em janeiro. Alguns clubes dos Estados Unidos e até mesmo do Brasil já demonstraram interesse em contar com o Rei das Pedaladas em 2018.




×
Quer receber notícias do Santos?