Santos marca no fim e busca empate com Táchira em jogo de ida das oitavas da Sul-Americana

São Paulo, SP

29/06/22 | 23:21 - 29/06/22 | 23:40

Nesta quarta-feira, o Santos ficou no empate de 1 a 1 com o Deportivo Táchira-VEN, fora de casa, pelo jogo de ida das oitavas de final da Sul-Americana. Zanocelo (contra) colocou os mandantes na frente, enquanto Angulo deixou tudo igual já na reta final do segundo tempo.

O técnico Fabián Bustos mandou a campo um time alternativo nesta noite. Isso porque ele não contou dez atletas para este compromisso. John, Lucas Barbosa e Léo Baptistão (suspensos); Maicon e Madson (lesionados); Rodrigo Fernandez e Marcos Leonardo (desgaste físico); Eduardo Bauermann e Ricardo Goulart (preservados); e Sandry (covid-19) nem sequer viajaram para a Venezuela.

Com o resultado, o Peixe precisa apenas de uma vitória na partida de volta para avançar às quartas. Mais uma igualdade leva a decisão aos pênaltis. O embate está marcado para o dia 6 de julho, às 21h30 (de Brasília), na Vila Belmiro.

Antes disso, porém, o Santos volta as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o time recebe o Flamengo, às 19 horas, pela 15ª rodada do torneio.


O jogo - Mesmo atuando fora de casa e com um time mexido, o Peixe iniciou o primeiro tempo dominando as principais ações ofensivas. Com somente dois minutos, Bruno Oliveira foi acionado na entrada da área e arriscou finalização que passou por cima.

Aos 17, foi a vez de Ângelo tentar. O garoto tabelou com Bruno Oliveira e arriscou de fora. Atento, Varela defendeu sem grandes problemas.

Do outro lado, os mandantes responderam aos 27. Marrufo subiu sozinho na segunda trave após levantamento de Cova, mas mandou para fora.

Na sequência, porém, nada impediu o gol dos venezuelanos. Zanocelo tentou afastar cobrança de escanteio, porém acabou cabeceando contra a própria meta. João Paulo até chegou a tocar na bola, mas não foi o suficiente para evitar o tento.

Com a vantagem, o Táchira se animou e partiu para cima. Aos 35, Uribe passou por Luiz Felipe e Kaiky e soltou um forte chute na rede pelo lado de fora. Dois minutos depois, o atacante arriscou da intermediária e parou em João Paulo.

O Santos só voltou a assustar aos 42. Zanocelo recebeu ne entrada da área e ajeitou para Jhojan Julio, que bateu rasteiro para a defesa de Varela.

2º Tempo

Na volta do intervalo, o Deportivo Táchira seguiu em cima de mais um gol. Com o relógio marcando um minuto, Cova aproveitou o vacilo de Angulo e soltou uma pancada de longe, A bola passou raspando a trave e se perdeu pela linha de fundo. Instantes depois, o meia obrigou João Paulo a fazer ótima defesa em cobrança de falta.

Já aos 18, o goleiro voltou a brilhar. Em rápido contra-ataque, Cova recebeu com liberdade na área e tentou tocar na saída do arqueiro, que conseguiu abafar o arremate.

A partir de então, o Santos até tentou partir para cima em busca da igualdade. O time, entretanto, errou muitos passes e, com isso, encontrou muitas dificuldades para levar perigo à meta adversária. A melhor chance saiu aos 32, em um chute de muito longe de Rwan que quase surpreendeu Varela.

Já aos 40 minutos, o Peixe enfim conseguiu balançar as redes. Rwan fez bela jogada individual pela esquerda e tocou para Sánchez, que encontrou grande passe para Angulo. Livre, o atacante dominou e soltou o pé para deixar tudo igual no apagar das luzes.

Nos minutos finais, o Táchira quase voltou a liderar o placar. Após cruzamento de Figeroa, Farías cabeceou para mais uma boa intervenção de João Paulo, que garantiu a igualdade.

FICHA TÉCNICA
DEPORTIVO TÁCHIRA-VEN 1 X 1 SANTOS

Local: Estádio Polideportivo de Pueblo Nuevo, em San Cristóbal, na Venezuela
Data: 29 de junho, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Gery Vargas (BOL)
Assistentes: Jose Antelo (BOL) e Edwar Saavedra (BOL)
VAR: Derlis Lopez (PAR)
Cartões amarelos: Flores (Táchira); Balieiro (Santos)

GOL: Zanocelo (contra), aos 29 do 1ºT (Táchira); Angulo, aos 40 do 2ºT (Santos)

D. TÁCHIRA: Varela; Restrepo, Marrufo, Ariano e Pablo Camacho; Robert Garcés, Robert Hernández, Francisco Flores; Cova, Anthony Uribe (Farías) e Chacón.
Técnico: Álex Pallarés

SANTOS: João Paulo; Balieiro (Auro), Luiz Felipe, Kaiky e Lucas Pires; Camacho (Willian Maranhão), Zanocelo (Sánchez) e Bruno Oliveira; Jhojan Julio (Lucas Braga), Ângelo (Rwan) e Angulo.
Técnico: Fabián Bustos

Deixe seu comentário