Sampaoli repete necessidade de 9: “Pedimos dois há cinco meses”

São Paulo, SP

27-05-2019 09:00:40

Da beirada do gramado da Vila Belmiro, o técnico Jorge Sampaoli viu o Santos passar em branco diante do Internacional na tarde de sábado, pelo Campeonato Brasileiro. Após o empate sem gols, o argentino voltou a falar sobre a necessidade de contratar um centroavante e alfinetou a diretoria.

“Quando falamos de Ricardo Oliveira, de Uribe, de jogadores que têm muita estatística de gol, é porque o time precisa. Faz cinco meses que pedimos dois centroavantes para que o time respire um pouco com estatísticas de gol. Iria modificando situações dos jogos”, disse Sampaoli.

Na visão do treinador argentino, o Santos dominou o Internacional durante os primeiros minutos do confronto. Ao reiterar que seu time precisa de um centroavante goleador, Jorge Sampaoli usou o empate por 0 a 0 contra o adversário gaúcho como argumento.

“Se tivéssemos marcado naqueles 20 minutos, o jogo teria sido diferente. O que precisamos, quando temos domínio, é gerar mais situações e converter para que os adversários mudem de atitude. Caso contrário, potencializamos o que cada adversário faz conosco”, explicou.

A última contratação do Santos para o ataque foi Marinho, que veio do Grêmio na negociação que levou o zagueiro David Braz a Porto Alegre. “É um canhoto que pode valorizar o espaço, dar muita profundidade e chute, algo que para o time está custando”, analisou Sampaoli.

Pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro, na possível estreia de Marinho, o Santos volta a campo para enfrentar o Ceará às 16 horas (de Brasília) do próximo domingo, no Estádio do Castelão. Com 11 pontos ganhos, o time alvinegro ocupa o quinto lugar do torneio.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?