Reunião no Santos termina sem desfecho pela venda de Rodrygo

Correspondente Lucas Musetti Perazolli - Santos , SP
13/06/2018 22:03:17

Em: Escolha do editor, Futebol, Notícias, Real Madrid, Santos
Reunião termina sem desfecho por Rodrygo (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

Parte da diretoria do Santos se reuniu com o pai, Eric, e os representantes de Rodrygo na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, para discutir a venda do atacante para o Real Madrid-ESP.  A proposta na mesa foi de 45 milhões de euros (R$ 197 milhões). A conversa não teve um desfecho. O presidente José Carlos Peres deixou a Vila sem dar entrevistas.

O Peixe optou por exigir o pagamento da multa rescisória de 50 milhões de euros (R$ 219 milhões). Membros do Comitê Gestão e o departamento jurídico recomendaram a venda pela multa, mesmo que o alvinegro pudesse receber 40 milhões de euros (R$ 175 milhões), equivalente a 80% dos 50, com Rodrygo abrindo mão de € 5 milhões (R$ 22 milhões).

A reunião não teve caráter formal, já que não contou com todos os membros do Conselho Fiscal e da mesa diretiva do Conselho Deliberativo, assim como a ausência do vice-presidente Orlando Rollo, presente na vitória do Santos por 1 a 0 sobre o Fluminense, no Maracanã, no mesmo horário.

Diretoria e representantes de Rodrygo continuarão as conversas nesta quinta-feira. Os agentes entendem que não há motivo para o Santos recusar a proposta nos moldes atuais e afirmam que o Real não vai aumentar a oferta.

O elenco do Peixe terá recesso de 10 dias no início da pausa para a disputa da Copa do Mundo na Rússia. O alvinegro se representará no dia 25, no CT Rei Pelé.