"Neymar do Nordeste" decide, Santos perde do Sport e fica longe do líder

Do correspondente Vitor Anjos - Santos,SP

24-09-2016 20:40:35

Após conquistar três vitórias seguidas, contra Corinthians, Botafogo e Santa Cruz, respectivamente, o Santos começou a pensar novamente no título do Campeonato Brasileiro. Porém, o Peixe voltou a ficar pessimista neste sábado. Com Rogério inspirado, o alvinegro perdeu para o Sport por 1 a 0, na Ilha do Retiro, pela 27ª rodada, e já começa a se despedir da disputa pelo caneco do Brasileirão. O gol marcado pelo "Neymar do Nordeste" deixou os santistas distantes do líder Palmeiras.

Com a derrota, a equipe de Vila Belmiro estacionou no quarto lugar, com 45 pontos, e viu o rival alviverde vencer seu jogo contra o Coritiba, em São Paulo. Por conta disso, o Verdão abriu nove pontos em relação do Peixe. Mesmo sem chance de sair do G4, o revés pode fazer o Corinthians encostar no Alvinegro Praiano. Caso o Timão vença o Fluminense, irá ficar a um ponto de distância do Santos.

Agora, os comandados de Dorival Júnior "esquecem" o Campeonato Brasileiro e miram suas forças na Copa do Brasil. Na próxima quarta-feira, e equipe encara o Internacional, às 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, pelo confronto de ida das quartas de final do torneio.

Já o Sport se recuperou no Brasileirão. Após duas derrotas seguidas, o Leão chegou aos 33 pontos e subiu para a 13ª colocação, afastando-se da zona de rebaixamento. Como já foi eliminado da Copa do Brasil e da Sul-Americana, a equipe pernambucana se concentra na próxima rodada do Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, às 11h (de Brasília), a equipe pega o Fluminense, em Edson Passos.

O jogo - Suspenso por dois jogos por conta de reclamações contra a arbitragem da derrota santista para o Internacional por 2 a 1, no último dia 8 de setembro, no Beira-Rio, o zagueiro Gustavo Henrique conseguiu entrar em campo por conta de um efeito suspensivo. Porém, todo o esforço do Santos foi por água abaixo logo aos 3 minutos de jogo. Em uma dividida com Diego Souza, o defensor levou a pior e precisou ser substituído por David Braz.

Após queimar uma substituição no início do duelo, o Peixe foi totalmente pressionado pelo Sport, que contou principalmente com a estrela de Rogério. Inspirado, o atacante parou no goleiro Vanderlei em duas boas oportunidades. Na terceira chance ele não perdoou. Aos 10 minutos, o 'Neymar do Nordeste' dominou dentro da área, girou em cima de David Braz e bateu no canto, abrindo o placar para o Leão na Ilha do Retiro.

Mesmo com o placar adverso, o Santos não conseguia atacar a equipe pernambucana. Tanto que a primeira chance do alvinegro foi somente aos 20 minutos jogo, quando Rodrigão acertou a trave após cobrança de escanteio. Mas a resposta do Sport veio logo em seguida. Diego Souza sofreu falta e o juiz deu a vantagem. Na sequência do lance, Gabriel Xavier cruzou para Everton Felipe. Completamente sozinho na área, o meia bateu mal na bola e perdeu um gol inacreditável.

Com a vantagem no marcador, o Leão diminuiu o ritmo e deixou o alvinegro ficar mais com a bola. Os santistas, por sua vez, partiram pra cima, mas sofriam com os contra-ataques do Sport. E o jogo ficou aberto, com várias chances para os dois lados.

Aos 35 minutos, Everton Felipe avançou pela direita e cruzou para Gabriel Xavier. Na hora certa, Victor Ferraz desviou e a bola passou muito perto da trave. O Peixe respondeu na sequência. Lucas Lima cruzou para Copete. Sozinho na área, o colombiano tentou mandar de letra, mas acabou errando o chute.

Em ritmo alucinante, o Leão não deixou barato e perdeu mais um gol incrível. Na última boa oportunidade do primeiro tempo, Rogério cruzou para Gabriel Xavier. De frente com Vanderlei, o meia furou bisonhamente e desperdiçou a chance de ampliar o marcador antes do intervalo.

Na segunda etapa, Dorival Júnior optou por sacar Rodrigão e promover a entrada de Jean Mota. E a mudança surtiu efeito. Logo aos 2 minutos, Copete cruzou da esquerda, Vitor Bueno finalizou e Magrão defendeu. No rebote, Jean Mota bateu forte e a bola explodiu em Ronaldo Alves. Os jogadores do Santos reclamaram que a bola teria batido no braço do zagueiro, mas o juiz deixou o jogo seguir.

O Peixe mudou a postura do início da partida e começou a pressionar o Sport. Porém, o alvinegro perdeu Vitor Bueno, que saiu machucado. O técnico Dorival Júnior colocou Elano na equipe. Mesmo com as mudanças, os santistas seguiram dominando o duelo no segundo tempo. Aos 15 minutos, Jean Mota lançou para Copete. O colombiano avançou e bateu de longe, mas Magrão espalmou.

Após a chance perdida pelo atacante, o Santos diminuiu o ritmo e a partida perdeu qualidade. E se as coisas já estavam difíceis para o Peixe, Elano complicou ainda mais a situação. Aos 27 minutos, o meia reclamou com o árbitro e tomou o cartão amarelo. O experiente jogador insistiu na reclamação, recebeu o segundo amarelo e foi expulso de campo.

Com a menos, o alvinegro perdeu a força ofensiva e não conseguiu mais assustar o Leão. Tanto que o duelo seguiu sem muitas emoções até o apito final, que definiu a vitória do Sport na Ilha do Retiro.

FICHA TÉCNICA
SPORT 1 X 0 SANTOS

Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data: 24 de setembro de 2016, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Público: 7.934 pagantes
Renda: R$ 129.495,00
Cartões amarelos: Matheus Ferraz e Vinícius Araújo (Sport); Copete (Santos).
Cartões vermelhos: Elano (Santos).

GOL:
SPORT: Rogério, aos 10 minutos do primeiro tempo.

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Matheus Ferraz, Ronaldo Alves e Rodney Wallace; Rithely, Neto Moura (Paulo Roberto), Diego Souza, Gabriel Xavier (Vinicius Araújo) e Everton Felipe; Rogério.
Técnico: Oswaldo de Oliveira

SANTOS: Vanderlei, Victor Ferraz, Gustavo Henrique (David Braz), Luiz Felipe e Zeca; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Vitor Bueno (Elano), Copete e Rodrigão (Jean Mota).
Técnico: Dorival Júnior

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?