Gazeta Esportiva

Modesto não crê em corpo mole de R.Oliveira em caso de permanência

São Paulo, SP

25/02/16 | 13:02 - 25/02/16 | 13:04

Modesto reitera interesses do Santos e confia no profissionalismo de Ricardo Oliveira (Foto:Sergio Barzaghi/Gazeta Press)
Modesto reitera interesses do Santos e confia no profissionalismo de Ricardo Oliveira (Foto:Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

“O Santos não é a casa da Mãe Joana”, bradou Modesto Roma Júnior em certo trecho da entrevista concedida à Bradesco Esportes FM na manhã desta quinta. Incomodado com as especulações que cercam o futuro do atacante Ricardo Oliveira, o presidente cobrou determinado valor aos chineses e ainda aguarda resposta.

No entanto, não acredita que Oliveira perderá seu ritmo caso permaneça no Peixe. “O Ricardo é um homem de uma moral e de uma dedicação exemplar. É um sujeito seríssimo. Eu não acredito nessa história de que o Ricardo vá fazer corpo mole. Ele é um homem sério, não um canalha. Por isso eu estou muito tranquilo”, declarou.

O prazo de fechamento da janela para o mercado chinês expira às 22h (de Brasília). Até lá, o Santos espera ter uma definição sobre o futuro do camisa 9: seja pela permanência na Vila Belmiro nos moldes atuais, no qual ganha cerca de R$ 150 mil mensais, ou pela ida à China, mas por nada menos do que os 12 milhões de euros (cerca de R$ 52,3 mi) cobrados.

Em entrevista na última quinta, após reunião com o jogador e com membros do Comitê Gestor do clube, Modesto Roma comunicou um aumento da pedida por Ricardo Oliveira. Dos 10 milhões de euros iniciais (R$ 43,6 mi), a pedida subiu para 12 milhões de euros (R$ 52,3 mi), e agora o Peixe aguarda a reposta do Beijing Gouan.

“(O Ricardo) externou o desejo de sair. Eu disse que iria conversar com o pessoal do Comitê de Gestão, porque é uma decisão compartilhada. Conversei, eles fixaram um valor para a saída do Ricardo, que é menor do que a multa, porque reconhecemos a idade dele. Mas reconhecemos que ele é capitão do time, artilheiro e jogador de Seleção. Por isso fixamos a saída em 12 milhões de euros”, explicou Modesto na última quinta.

Gazeta Esportiva entrou em contato com Oldegard Filho, empresário de Ricardo Oliveira, para tentar desvendar o desfecho da negociação - que parece próximo. No entanto, o agente admitiu que só comentará sobre o assunto após o fechamento da janela de transferências ao futebol chinês e a consequente conclusão da negociação.

Deixe seu comentário