João Paulo elogia gestão do presidente Andres Rueda no Santos: "Grande trabalho"

São Paulo, SP

04/08/22 | 08:00 - 03/08/22 | 19:04

Em campo e fora dele o Santos está se reconstruindo. Assim pensa o goleiro João Paulo, que fez elogios à gestão do atual presidente Andres Rueda, especialmehte na parte financeira. Para o titular do gol santista, o dirigente fez e está fazendo todo o possível para tornar o clube da Baixada Santista mais forte.

“Estão fazendo um grande trabalho. Infelizmente, apesar de ter vendido grandes jogadores nos últimos anos, acabou sumindo o dinheiro e o presidente (Rueda) acabou pegando o clube em uma situação difícil, no 'transfer ban' (proibição de venda de jogadores), onde o presidente precisou tirar dinheiro do próprio bolso, antes de ser eleito presidente, para poder ajudar o clube. Na parte financeira vem fazendo um grande trabalho, tentando reerguer o Santos”, disse o goleiro, em entrevista ao SporTV.

O caso citado por João Paulo aconteceu no final de 2020, quando Rueda ainda nem tinha sido empossado. O dirigente fez um empréstimo de R$ 16,5 milhões ao Santos para o pagamento da dívida com o Hamburgo, atualmente na segunda divisão da Alemanha, pela compra do zagueiro Cléber Reis, que gerava o "transfer ban" ao clube e podia até provocar a perda de pontos do Peixe no Campeonato Brasileiro.


Sobre reforços - o Santos desistiu de Franco Cristaldo, do Huracán, e pode contratar Gabriel Carabajal e Luan -, João Paulo disse que, chegando ou não, os jogadores que estão no clube no momento precisam se fechar para terminar bem a temporada.

“Independente de chegar reforços ou não, temos que nos fechar para fazer um grande segundo turno (do Campeonato Brasileiro). Se chegar, vão ser muito bem-vindos. Mas temos que olhar para a gente, nos fechar e fazer um grande segundo turno”, afirmou.

Mesmo com o empate contra o Fluminense, na última segunda-feira, o Santos permaneceu na nona colocação na tabela de classificação, com 27 pontos. Na próxima rodada, a 21ª, o Peixe enfrentará o Coritiba, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, na segunda-feira, às 20 horas (de Brasília).

Deixe seu comentário