Gazeta Esportiva

Inspirado no passado, Modesto sonha com título brasileiro de 2017

Bruno Ceccon - Santos,SP

02/10/17 | 21:05 - 02/10/17 | 21:41


A 12 rodadas do fim do Campeonato Brasileiro, o Santos está oito pontos atrás do Corinthians. Nesta segunda-feira, dia em que inaugurou uma nova mostra no Memorial das Conquistas, o presidente Modesto Roma Júnior buscou inspiração no passado para aumentar suas esperanças de ser campeão nacional em 2017.

Entre alguns dos principais ídolos da história do Santos, ao ser questionado sobre a chance de ganhar o Campeonato Brasileiro, o dirigente lembrou a conquista da edição de 1963 do Mundial Interclubes. De maneira dramática, o time alvinegro ganhou do Milan em três partidas, as últimas duas no Maracanã.

“Estamos trabalhando e lutando por isso (título brasileiro) a cada jogo. É claro que não é fácil. Como não foram fáceis todas as nossas conquistas. Quando perdemos na Itália para o Milan por 4 a 2, ninguém acreditava. Mas fomos campeões no último jogo”, declarou Modesto.

O Santos diminuiu em dois pontos a vantagem do Corinthians na última rodada do Campeonato Brasileiro (55 a 47), já que ganhou do Palmeiras por 1 a 0 no sábado e viu o rival empatar com o Cruzeiro por 1 a 1 no domingo. Esperançoso, o presidente do time praiano chegou a estudar seus próximas adversários nesta segunda-feira.

“Torço para que tenhamos sucesso nos jogos que faltam. Estava hoje olhando a tabela e são todos muito difíceis, mas tudo é muito possível. Se os outros vacilarem, estamos aqui para não vacilar. Temos que contar com nosso esforço. O insucesso dos outros é uma consequência e, se acontecer, a gente tenta aproveitar”, declarou.

Eliminado de forma surpreendente pelo Barcelona de Guaiaquil nas quartas de final da Copa Libertadores, Modesto Roma Júnior ainda projetou a classificação para a próxima edição do torneio continental. De preferência, na condição de ganhador do Campeonato Brasileiro.

“Dos 47 clubes que iniciaram a Libertadores, só um vai ser campeão. Nós perdemos um jogo, mas trabalhamos para que no ano que vem estejamos lutando novamente. Se pudermos lutar como campeões brasileiros, melhor. Estamos batalhando com seriedade a cada jogo”, reiterou.

Deixe seu comentário