Gazeta Esportiva

Ganso revela arrependimento do modo que deixou o Santos: "Teria feito de forma diferente"

São Paulo, SP

26/09/22 | 12:59 - 26/09/22 | 13:01

O meia Paulo Henrique Ganso, atualmente no Fluminense, revelou ter um arrependimento do modo que deixou o Santos, em setembro de 2012. Na ocasião, o jogador de 22 anos na época rescindiu seu contrato com o Peixe e se juntou ao rival São Paulo.

A saída de Ganso se deu de forma conturbada, tanto que o jogador é vaiado quando retorna à Vila Belmiro para enfrentar o time que o apresentou para o mundo da bola. Na época de sua saída, o atleta ficou visto como "mercenário" para parte da torcida santista.

" (...) Eu briguei muito com quem estava dirigindo o Santos naquela época. Então algumas coisas eu teria mudado", comentou em entrevista ao ge.

"Algumas coisas que eu falei, eu não teria falado. Teria guardado para mim. Teria feito algumas coisas mais internamente. Principalmente com o clube, o Santos, e com algumas pessoas. Talvez essas pessoas não quisessem o mesmo que eu queria no momento, mas eu teria feito isso mais internamente" completou Ganso, se referindo a "toda confusão" que envolveu sua negociação de renovação contratual.

Ganso também relembrou seu melhor momento pelo São Paulo, em 2016. O meia foi um dos protagonistas do time que alcançou a semifinal da Copa Libertadores, tendo parado no Atlético Nacional-COL.


"Foi um momento muito bom no São Paulo. Uma pena que a gente não chegou na final da Libertadores. A gente tinha um time muito bom. Era uma forma de jogar mais agressiva. A hora que a bola chegava na linha de fundo, corre para a área. Não tinha muita saída de bola, muito toque no meio do campo. Era mais finalizar a jogada. Criou a jogada, finaliza. Deu certo porque eu ajudava a criar, ajudava a chegar na área para finalizar, e também deu certo com o Calleri. Foi uma dupla muito boa que a gente fez", disse.

O São Paulo perdeu a ida da semifinal por 2 a 0 em pleno Morumbi e, na volta, perdeu por 2 a 1 no estádio Atanasio Girardot. O Atlético Nacional acabaria campeão da Libertadores, vencendo o Independiente Del Valle-EQU na final.

Ganso ficou no São Paulo até julho de 2016, quando foi negociado com o Sevilla-ESP. A saída do Tricolor Paulista foi menos conturbada em relação à saída do Peixe.

Ganso vive ótima temporada pelo Fluminense, sendo protagonista da equipe comandada por Fernando Diniz. Na temporada, são oito gols marcados e oito assistências anotadas.

Deixe seu comentário