Discreto, diretor do Santos tem liberdade inédita na gestão de Peres

Lucas Musetti Perazolli - Santos , SP
25/03/2020 10:00:53

Em: Escolha do editor, Futebol, Gazeta Press, Notícias, Santos
William Thomas é o diretor de futebol do Santos (Foto: Rodrigo Corsi/FPF)

O Santos do presidente José Carlos Peres teve quatro executivos de futebol: Gustavo Vieira, Ricardo Gomes, Paulo Autuori e Renato (ainda no clube, mas agora como coordenador técnico).

O departamento de futebol do Peixe ainda contou com outros dois gerentes de futebol, William Machado e Gabriel Andreata, e um administrativo, Sérgio Dimas.

E depois de tantas saídas, por opção do clube ou dos próprios profissionais, o Alvinegro se vê bem servido com William Thomas, de perfil mais discreto e pouco comentado.

Oficialmente “diretor técnico de futebol”, William tem plena confiança de Peres e dos demais membros da diretoria. Ele, por exemplo, foi quem sugeriu Jesualdo Ferreira e foi até Portugal pessoalmente para negociar com o treinador.

Os membros da cúpula santista dizem que nenhum dos outros diretores citados acima tiveram a mesma liberdade de William Thomas. Com isso, José Carlos Peres lida menos com questões do futebol.

O presidente foi, na prática, um diretor de futebol em vários momentos da gestão. Todas as reuniões, de renovação na base à contratação no profissional, passavam por ele. Atualmente, não é assim. William profissionaliza o departamento, otimiza processos e Peres lida mais com o lado financeiro.

Educador físico formado e pós-graduado em fisiologia do exercício, William Thomas se especializou em gestão de futebol na Espanha. Ele trabalhou como preparador físico no RS Futebol Clube e Grêmio, antes de atuar como diretor do Athletico-PR de 2013 a 2018, e ser indicado por Autuori ao Santos.

O departamento de futebol do Peixe ainda conta com Renato e Edinho (coordenador técnico de desenvolvimento) e Diogo Castro (coordenador de futebol).

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

 




  • Lucas

    O Peres profissionalizou o Santos inteiro, se isso não mudar teremos no futuro um excelente resultado

    • Ricardo Gomes da Silva

      É ironia?

      Adianta profissionalizar (eu não acredito, pois, o nível é bem fraco) e ninguém entender de futebol?

      Olhe as negociações que o Santos fez durante a gestão Peres, um desastre atrás do outro. Só melhorou um pouco agora que o Willian Thomas assumiu a diretoria de futebol.

  • neli faria

    E a renovação com Yuri Alberto?

    • Ricardo Gomes da Silva

      Acho injusto cobrar a renovação de contrato do Yuri Alberto, pois, até o final do ano passado todo mundo queria ele bem longe da Vila.

      Eu mesmo acho o Yuri Alberto um jogador fraco, então, não posso cobrar a renovação.

      A maioria em todas as páginas do Santos pediam a dispensa dele.

      A gestão do Peres é péssima, tão ruim quanto Modesto, Laor/Odílio e Marcelo Teixeira, no entanto, acho desonesto descer a lenha num jogador e dois meses depois, apenas para criticar o presidente, cobrar a renovação do mesmo.

  • Ricardo Gomes da Silva

    Uma das poucas coisas boas que o Peres fez em seu mandado foi a contratação do Willian Thomas.

    Melhorou as negociações e renovações de contrato, antes dele era tudo um desastre.

×
Quer receber notícias do Santos?