David Braz chega a 100 jogos e ganha moral com a torcida

São Paulo, SP

05-10-2015 09:42:48

O zagueiro David Braz recebeu uma placa em homenagem à marca

O zagueiro David Braz coroou neste domingo uma arrancada pessoal com a camisa do Santos. Ao mesmo tempo em que o clube alcançou o G4 do Campeonato Brasileiro com a vitória por 3 a 1 sobre o Fluminense, na Vila Belmiro, o defensor celebrou o fato de completar 100 jogos com a camisa do Peixe, marca quase inimaginável quando ele chegou ao clube, em abril de 2012.

"Foi difícil eu ter oportunidade", disse o jogador, que machucou o joelho direito logo em sua primeira partida, sob o comando do técnico Muricy Ramalho, e, até a metade do ano seguinte, conseguiu realizar apenas oito partidas, estreando como titular apenas em julho de 2013.

"Fui emprestado, voltei, sendo a última opção da posição. Comecei a brigar pelo meu espaço, aconteceram algumas lesões em jogadores da posição, a oportunidade apareceu e graças a Deus, desde 2014, estou tendo a sequência e a oportunidade de fazer 100 jogos. É um orgulho muito grande", comentou Braz.

O atleta ganhou tanto moral com a torcida e os companheiros que virou um dos maiores líderes do elenco. O jeito de xerife fica claro no trato com os companheiros. Após o primeiro gol da equipe contra os tricolores, por exemplo, Lucas Lima fez questão de apontar para o número 100 estampado na parte de trás da camisa do zagueiro.

Antes disso, foi o capitão Ricardo Oliveira quem fez questão de entregar uma placa em homenagem a Braz, bastante aplaudido pela torcida no pré-jogo. "É um cara importante para o nosso time, tanto dentro de campo quando fora dele", avaliou o técnico Dorival Júnior, que o considera titular absoluto da equipe.

Sendo assim, o ex-atleta de Palmeiras e Flamengo será uma das apostas para parar o ataque do Grêmio no dia 15, na Arena do rival, quando o Peixe volta a entrar em campo pelo Brasileiro. Caso consiga a vitória, o time da Baixada vai reduzir para três pontos a distância para os gaúchos, atualmente na terceira colocação.

Deixe seu comentário