Cuca explica 'fatalidade' com árbitro em empate do Santos: "Como dói"

Lucas Musetti Perazolli - Santos,SP

09-08-2020 19:35:47


O técnico Cuca explicou o desentendimento com o árbitro Ricardo Marques Ribeiro no empate do Santos em 1 a 1 com o Red Bull Bragantino neste domingo, na Vila Belmiro, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

O gol de Claudinho saiu aos 47 minutos do segundo tempo, após rebote de escanteio. Madson e Jobson estavam posicionados para entrar.

"Eu estava colocando Madson e Jobson, dois altos. Instruí os dois para irem ao primeiro pau. Juiz não autorizou a entrada. Houve um desentendimento de informação, de gestual. Eu fiz que ia trocar e ele entendeu que era para o próximo lance. Isso acontece, não vamos por a culpa. É um lance fatídico, dói, como dói. Se fosse há 20 anos, falaria besteira. Hoje faço diferente. Se reparar bem, Sánchez é homem do rebote pelo lado direito. E onde caiu a bola? Bem ali. E quando ele (Sánchez) vê que vai sair, vem correndo. Eu disse que trocaria, juiz entendeu que seria depois", disse Cuca.

"Não é culpa do árbitro. Ricardo é integro, do bem, foi uma fatalidade", completou o treinador.

O Santos voltará a campo para enfrentar o Internacional na quinta-feira, no Beira-Rio, pela segunda rodada do Brasileirão.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?