Red Bull vira contra o Botafogo-SP e vê líder Santos a um ponto

São Paulo , SP
15/02/2019 22:49:32 — 15/02/2019 23:08:44

Em: Campeonato Paulista, Futebol, Red Bull
Time treinado pelo ex-zagueiro Antônio Carlos faz campanha consistente no Paulista (Foto: Divulgação)

O Botafogo-SP chegou a sair na frente, mas acabou derrotado por 3 a 1 pelo Red Bull na noite desta sexta-feira, no Estádio Moisés Lucarelli. Com o triunfo de virada, o time treinado pelo técnico Antônio Carlos Zago vê o Santos mais perto, pelo menos temporariamente.

Com 14 pontos ganhos, em uma campanha consistente, o Red Bull ocupa a vice-liderança do Grupo A do Campeonato Paulista. O Santos tem um ponto a mais e ainda pega o Guarani às 20 horas (de Brasília) de segunda-feira, no Estádio do Pacaembu. Já o Botafogo-SP, com quatro pontos, é o lanterna na chave D.

Pela oitava rodada do Campeonato Paulista, o Red Bull volta a campo para enfrentar o São Paulo às 17 horas (de Brasília) do próximo domingo, no Estádio do Morumbi. Em situação delicada no torneio, o Botafogo-SP tenta respirar diante do Corinthians a partir das 19 horas do mesmo dia, em Ribeirão Preto.

O Botafogo-SP conseguiu tomar a vantagem no marcador logo aos três minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio do lado direito, a bola ficou viva dentro da área e a zaga não conseguiu afastar. Willian Oliveira foi esperto e completou para o gol.

O Red Bull iniciou sua reação aos 21 minutos do primeiro tempo. Jobson recebeu perto do grande círculo e, de muito longe, chutou para o gol. A bola desviou no meio do caminho e o goleiro Rodrigo Viana apenas espalmou. Atento, Roberson aproveitou o rebote.

A equipe mandante alcançou a virada aos 38 minutos da etapa inicial. Aderlan recebeu grande lançamento de Ytalo pela direita, limpou a marcação com habilidade e cruzou rasteiro. Gabriel Leite chegou a se atrapalhar, mas conseguiu tocar para o gol.

Depois de perder um pênalti com Ytalo, o time dirigido por Antônio Carlos Zago enfim chegou ao terceiro gol aos 22 minutos da etapa complementar. Em um belo passe, Barreto acionou Deivid, que recebeu livre e teve tranquilidade para finalizar com precisão diante do goleiro adversário.