Gazeta Esportiva

Jornal revela que Cristiano Ronaldo cogitou deixar a Copa do Mundo, mas Portugal nega

São Paulo, SP

08/12/22 | 08:56

O episódio de Cristiano Ronaldo no banco de reservas de Portugal ainda gera discussões. Segundo o jornal Record, o atacante ameaçou deixar a Copa do Mundo após o acontecimento, apesar da seleção ter goleado a Suíça por 6 a 1 e seu substituto ter brilhado marcando três gols.

De acordo com a matéria, “no calor do momento” Cristiano pensou em abandonar o torneio ao saber que não iria ser titular nas oitavas de final. Aliás, o veículo disse que o jogador teve uma “conversa tensa” com o técnico Fernando Santos.


Após a publicação, a Federação Portuguesa de Futebol emitiu um comunicado negando a informação. Segundo a nota, “em nenhum momento o capitão da seleção nacional ameaçou a deixar a equipe no Catar”.

Foi a primeira vez que Cristiano Ronaldo começou no banco de reservas em Copas do Mundo. Nesta edição, em todas as partidas de Portugal na fase de grupos o camisa 7 foi titular, mas acabou sendo substituído ao longo do jogo.

Antes da goleada sobre a Suíça e a consequente classificação às quartas, no duelo contra a Coreia do Sul surgiu uma polêmica. Os portugueses foram derrotados por 2 a 1 e Fernando Santos substituiu Cristiano aos 20 minutos do segundo tempo. Ao deixar o gramado, o atacante não gostou da decisão do treinador e reclamou da substituição.

“Cristiano Ronaldo constrói a cada dia um historial ímpar ao serviço da equipe nacional e do País que tem de ser respeitado e que atesta o inquestionável grau de compromisso com a Seleção”, completa o comunicado da Federação.

Veja a nota divulgada pela Federação Portuguesa de Futebol na íntegra:

Uma notícia divulgada esta quinta-feira dá conta que Cristiano Ronaldo ameaçou deixar a Seleção durante uma conversa com Fernando Santos, selecionador nacional. A FPF esclarece que em momento algum o capitão da Seleção Nacional, Cristiano Ronaldo, ameaçou deixar a equipe nacional durante o estágio no Catar.

Cristiano Ronaldo constrói a cada dia um historial ímpar ao serviço da equipe nacional e do País que tem de ser respeitado e que atesta o inquestionável grau de compromisso com a Seleção.

Aliás, o grau de entrega do jogador mais vezes internacional por Portugal ficou novamente demonstrado - se necessário fosse - na vitória frente à Suíça, nas oitavas de final do Mundial 2022.

A Seleção Nacional - jogadores, treinadores e estrutura FPF - encontra-se, como desde o primeiro dia, totalmente empenhada e entusiasmada na construção daquela que o País deseja que seja a melhor participação de sempre de Portugal num Campeonato do Mundo.

Deixe seu comentário