Pottker faz dois, Ponte vira em Ribeirão e se recupera de goleada

São Paulo, SP

15-02-2017 21:45:41

A Ponte Preta se recuperou da goleada sofrida para o São Paulo no último domingo. Na noite desta quarta-feira, a Macaca visitou o Botafogo-SP no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela terceira rodada do Campeonato Paulista. Começou perdendo, mas soube ter tranquilidade para virar o placar no segundo tempo e vencer por 2 a 1, com dois gols do atacante William Pottker.

Com o resultado, a Ponte Preta chegou aos seis pontos e subiu da quarta para a terceira posição do Grupo D. O Mirassol é o líder com três vitórias e 100% de aproveitamento. O Santos figura no segundo lugar, com seis, mas com um jogo a menos.

O Botafogo-SP, por sua vez, cai para a lanterna do Grupo A, com apenas três pontos. A chave é liderada por Ituano, com sete, um a mais que o Corinthians. O São Bernardo é o terceiro colocado, com três pontos.

A Macaca voltará a campo neste sábado, às 19h30 (de Brasília), para fazer o duelo de equipes campineiras com o Red Bull Brasil, no Moisés Lucarelli. No mesmo dia e horário, o Botafogo-SP visitará o São Bento, em Sorocaba.

O jogo - O Botafogo começou esboçando uma pressão, enquanto a recuada Ponte Preta adotou uma postura mais defensiva. Neste cenário, foram os campineiros quem chegaram com perigo primeiro. Aos 10 minutos, Pottker roubou a bola no meio-campo, passou por três marcadores e ficou na cara do goleiro. O atacante, porém, furou a bola no momento do chute e não conseguiu finalizar.

A partir de então, a partida transcorreu com muitas faltas e poucas jogadas de gol. Se com bola rolando estava difícil, Rafael Bastos deu um jeito com ela parada. Aos 26 minutos, o meia acertou bela cobrança de falta pelo lado esquerdo da intermediária, a bola passou por cima da barreira e 'morreu' no canto direito de Aranha, que saltou sem êxito.

Os minutos finais proporcionaram emoção aos torcedores presentes no Santa Cruz. Aos 43, Fernandinho cruzou, Aranha saiu mal e não conseguiu afastar. Na sobra, Isaac Prado errou o domínio e não conseguiu finalizar.

Pouco depois, a Ponte respondeu e quase empatou antes do intervalo: após receber bom passe de Lucca, Nino Paraíba bateu de três dedos, a bola acertou a trave de Neneca e saiu pela linha de fundo.

A Ponte voltou com uma postura mais agressiva para o segundo tempo, mas teve dificuldades de pressionar o time da casa. Mesmo sem jogar bem, entretanto, o clube de Campinas chegou ao empate. Aos 22 minutos, Artur cruzou na área, Pottker finalizou e Neneca espalmou. No rebote, o atacante chutou para nova defesa do goleiro, mas na terceira chance o ponte-pretano colocou no fundo da rede, deixando tudo igual em Ribeirão.

Sete minutos depois, veio a virada. Lins recebeu dentro da área e foi derrubado por Filipe. Na cobrança do pênalti, chutou forte, rasteiro e no canto direito, deslocando Neneca e colocando a Ponte Preta em vantagem.

Aos 39 minutos, o lateral direito do Botafogo-SP, Samuel Santos, bateu a cabeça em uma dividida com o zagueiro Yago, da Ponte, e precisou ser retirado de campo por uma ambulância. O defensor deixou o estádio rumo a um hospital próximo respondendo aos sinais dos médicos e consciente.

A partida demorou ainda mais para ser reiniciada devido à necessidade de outra ambulância estar a postos no Santa Cruz.  Após 19 minutos de paralisação e a chegada do veículo, a Ponte Preta segurou a pressão desorganizada do Botafogo-SP e garantiu a sua segunda vitória em três jogos na competição.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-SP 1 X 2 PONTE PRETA

Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 15 de fevereiro de 2017, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Salim Fende Chavez
Assistentes: Leandro Matos Feitosa e Vitor Carmona Metestaine
Cartão Amarelo: Marllon, Nino Paraíba, Matheus Jesus, William Pottker e Erick Salles (Ponte Preta); Filipe, Samuel Santos, Wesley, Bernardo e Bileu (Botafogo-SP)
Cartão Vermelho: Wesley (Botafogo-SP)

GOLS:

BOTAFOGO-SP: Rafael Bastos, aos 26 minutos do primeiro tempo
PONTE PRETA: William Pottker, aos 22 e aos 29 minutos do segundo tempo

BOTAFOGO-SP: Neneca; Samuel Santos, Matheus Mancini (Fernando Medeiros), Filipe e Fernandinho; Bileu, Marcão Silva, Diego Pituca (Wesley) e Rafael Bastos; Francis e Isaac Prado (Bernardo)
Técnico: Moacir Júnior

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Yago e Artur; Jádson, Matheus Jesus (Naldo) e Lucca; Clayson (Erick Salles), Lins e Pottker
Técnico: Felipe Moreira

Deixe seu comentário