Presidente do PSG quer abandonar definitivamente o Parque dos Príncipes - Gazeta Esportiva
Presidente do PSG quer abandonar definitivamente o Parque dos Príncipes

Presidente do PSG quer abandonar definitivamente o Parque dos Príncipes

Gazeta Esportiva

Por AFP

08/02/2024 às 17:42

São Paulo, SP

"Acabou, queremos sair do Parque dos Príncipes", declarou nesta quinta-feira o presidente do Paris Saint-Germain, Nasser Al Khelaifi, dois dias depois de a prefeitura da capital francesa negar a venda do estádio ao clube.

"É muito fácil falar agora que o estádio não está à venda. Nós sabemos o que queremos, perdemos anos querendo comprar o Parque, mas agora acabou, queremos sair", explicou o dirigente catari aos jornalistas no Congresso da Uefa, em Paris.



O PSG, comprometido até o final de 2043 em um arrendamento de 30 anos com a prefeitura, proprietária, considera indispensável a aquisição do estádio para pôr em prática seu projeto de ampliação para 60 mil lugares, frente aos 48 mil atuais.

As negociações, no entanto, estão em ponto morto há mais de um ano.

Na terça-feira, a prefeitura reafirmou sua posição de não querer vender o estádio e pediu que sua modernização fosse realizada "no contexto de um plano satisfatório para todas as partes".

No início de janeiro, os secretários da prefeitura de Paris, Emmanuel Grégoire e Pierre Rabadan, pediram ao PSG a retomada do diálogo, dizendo querer dar "garantias" sobre um arrendamento de longa duração.

Diante da posição da prefeitura, o PSG propôs várias alternativas, em especial uma compra do Stade de France, mas retirou sua oferta. O clube também avalia a opção de construir um novo estádio na região de Paris.


Conteúdo Patrocinado