Futebol Internacional/Bastidores

Neymar e colegas do PSG recebem “bônus” por aplaudir torcedores, diz jornal

São Paulo , SP
09/11/2018 10:18:11

Em: Futebol, Futebol Internacional, Notícias, Paris Saint Germain
Jogadores do PSG receberiam “bônus por ética” (Foto: Franck FIfe/AFP)

Se o termo “bônus por resultado” faz sentido para muitos dentro do futebol, “bônus por ética” pode ter gerado um pouco de dúvida. Em informações reveladas na noite da última quinta-feira pelo Football Leaks e divulgadas pela emissora França 2, o Paris Saint-Germain teria uma cláusula no contrato de seus jogadores que garante esse “bônus” caso cumpram uma série de exigências, como cumprimentar e aplaudir torcedores ao final de cada partida.

Segundo o canal, o “bônus por ética” varia de jogador por jogador, sendo o camisa 10, o brasileiro Neymar, o destinatário do maior montante, algo em torno de 375 mil euros por mês (R$ 1,6 milhão). O jovem Mbappé receberia 117 mil euros (R$ 500 mil), enquanto Daniel Alves e Cavani receberiam 70 mil euros (R$ 300 mil). A informação desse tipo de bônus já era conhecida pela mídia francesa, no entanto, os valores não haviam sido divulgados.

A semana não tem sido boa nos bastidores do PSG e muito por conta de informações divulgadas pelo Football Leaks. Na segunda-feira, Mbappé teve detalhes de sua negociação com o clube divulgados na revista alemã Der Spiegel, enquanto na quinta-feira, denúncias de racismo na peneira para atletas da base foram trazidas à tona pelo Mediapart.

Dentro de campo, o PSG tem um clássico importante fora de casa contra o Mônaco, no domingo, às 18h (de Brasília). Válido pela 13ª rodada do Campeonato Francês, o duelo escancara duas realidades bem diferentes dos clubes: o time de Neymar é o líder da competição, com 100% de aproveitamento e 36 pontos, e o Mônaco está na vice-lanterna, com apenas sete pontos.