Ponto somado fora de casa sob novo comando agrada paranistas

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba,PR

02-10-2015 22:50:38

Sem chances de acesso e praticamente livre do rebaixamento, o Paraná Clube não passou de um empate sem gols diante do Criciúma, que vive situação semelhante, fora de casa, seguindo em posição intermediária na Série B do Campeonato Brasileiro. O goleiro Felipe Alves destacou a mudança no comando técnico, com a entrada de Fernando Miguel como interino, e acredita que esse fator pesou um pouco no desempenho do Tricolor.

“A gente vem de mudança. O time está se adequando à maneira nova de jogar. E por jogar fora de casa o empate ficou de bom tamanho”, ponderou o jogador paranista, que prevê um time mais acertado para o próximo encontro, terça-feira, diante do Oeste. “Agora termos quase uma semana para acertar e fazer quilo que o Fernando Miguel tem pedido”, acrescentou.

O zagueiro Luciano Castán confirmou que a nova determinação da comissão técnica era de se fechar na defesa, evitando tomar gols e, se possível, encaixar um ataque para definir o jogo, o que não aconteceu. “Viemos aqui para defender e esperar o Criciúma vir para cima e explorar os contra-ataques. Tivemos alguns. Mas foi bom, a defesa não tomou gols e se comportou muito bem”, analisou.

Para o atacante Paulo Henrique, que teve a chance de começar como titular, ainda é possível encontrar algumas características deixadas pelo técnico Fernando Diniz, mas a cara do novo comando começou a aparecer e quase deu resultado. “O Miguel está tentando continuar com a mesma filosofia, mas com um padrão mais tradicional. Fora de casa tivemos uma proposta de se defender um pouco mais e tentar achar uma bola. A equipe deles foi só chutão, não foi eficiente, e para nós faltou apenas tocar melhor a bola”, concluiu.

Deixe seu comentário