Futebol/Copa do Brasil

Paraná empata com o URT-MG nos acréscimos e segue na Copa do Brasil

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes - Curitiba , PR
01/02/2018 21:06:35 — 01/02/2018 23:25:22

Em: Copa do Brasil, Futebol, Notícias, Paraná
Tricolor passou sufoco, mas conseguiu a classificação (Divulgação/PRC)

O Paraná Clube segue sem vencer na temporada mas, desta vez, o empate em 1 a 1 diante do URT-MG, em sua estreia na Copa do Brasil 2018 para o URT-MG, no Estádio Zama Maciel, em Patos de Minas, valeu a classificação para a sequência da competição. A disputa é a prioridade do clube no primeiro semestre, já que os prêmios a cada passagem de fase são esperados para preencher os cofres.

A equipe mineira mexeu no placar logo aos cinco minutos da primeira etapa, em uma bomba de Ewerton Maradona. Porém, aos 46 minutos do segundo tempo, Alemão acertou um belo chute para empatar e levar a equipe paranista para o próximo desafio, diante do Sampaio Corrêa.

O jogo – A partida começou morna, com as equipes se estudando e buscando os primeiros espaços mas, aos cinco minutos, Ewerton Maradona pegou sobra de bola e mandou um petardo, no ângulo, para abrir o placar. Os mineiros chegaram novamente com perigo, aos 11 minutos, Felipe Alves recebeu pela esquerda, tiro a marcação e bateu para boa defesa de Thiago Rodrigues.

O Tricolor da Vila se apresentava mais uma vez muito abaixo do esperado, errando passes e sem força ofensiva. Em sua primeira tentativa de chute, aos 19 minutos, com Felipe Augusto, o tiro saiu completamente torto, sem perigo. O jogo ficou mais truncada, com as ações acontecendo apenas no meio-campo. Aos 28 minutos, Mansur recebeu na área, mas se atrapalhou com a bola e perdeu a chance de concluir.

Após cobrança de escanteio, aos 34 minutos, Zé Carlos subiu para testar e a defesa tirou o perigo da área. Aos poucos o Paraná chegava mais próximo da intermediária adversária. Aos 42 minutos, Felipe Augusto fez o lançamento, Zé Carlos dominou e finalizou, por cima da meta, na melhor chance paranista no primeiro tempo.

Para a segunda etapa, as equipes voltaram sem modificações, mas com menos de cinco minutos o técnico Wagner Lopes tirou Leandro Vilela para a entrada da Gabriel Pires. Aos quatro minutos, Carlinhos fez o levantamento e Felipe Alves, com liberdade, testou pela linha de fundo. O Tricolor precisava pressionar e chegou com perigo aos nove minutos, com Alemão, na pequena área, mas o arremate foi para fora.

O URT aproveitava os espaços deixados pelo Paraná para tentar ampliar e matar o jogo. Aos 14 minutos, Maradona recebeu o lançamento na área, tocou por cobertura, mas exagerou na força, desperdiçando mais uma boa chance. Sem conseguir penetrar na defesa mineira, Felipe Augusto tentou de muito longe, aos 18 minutos, direto pela linha de fundo. Alemão também tentou, aos 26 minutos, cruzado, para defesa de Carlão.

A disputa era muito equilibrada, com o URT errando menos passes. Aos 36 minutos, Gabriel cobrou falta e Carlão apenas precisou acompanhar a saída da bola. A resposta veio com Macena, recebendo na área e arrematando de primeira, para fora. Até que, nos acréscimos, aos 46 minutos, Alemão aproveitou sobra de bola e acertou um belo chute, que bateu no travessão, nas costas de Carlão e morreu no fundo da rede.

Paysandu eliminado
O Novo Hamburgo despachou o Paysandu logo na primeira fase da Copa do Brasil. Na noite dessa quinta-feira, o Noia jogou em casa, no estádio do Vale, e conquistou a classificação com o único resultado que lhe servia: a vitória. Essa fase do torneio é definida em jogo único e o visitante sempre tem a vantagem do empate.

Apesar da má fase no Estadual, onde é lanterna, os gaúchos abriram vantagem graças a gols de Talis e Juninho Silva no segundo tempo. Mike chegou a descontar para o Papão, mas foi só. Com o triunfo por 2 a 1, o Novo Hamburgo segue vivo na Copa do Brasil e o Paysandu, que no fim de semana perdeu o clássico diante do Remo, dá adeus.

URT-MG 1 X 1 PARANÁ

Local: Estádio Zama Maciel, em Patos de Minas (MG)
Data: 1º de fevereiro de 2018, quinta-feira
Horário: 19h15(de Brasília)
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Assistentes: Marcio Soares Maciel (GO) e Edson Antonio de Sousa (GO)
Cartões amarelos: Bruninho e Douglas Maia (URT); Leandro Vilela (Paraná)

GOLS:
URT: Ewerton Maradona, aos 05 minutos o primeiro tempo
PARANÁ: Alemão, aos 46 minutos do segundo tempo

URT: Carlão; Carlinhos, Rodolfo, Victor Sallinas e Maradona (Dão); Douglas Maia, Jô, Bruninho (Thiago Pereira) e Eduardo Ramos (Diogo Orlando); Felipe Alves e Macena.
Técnico: Rodrigo Santana.

PARANÁ: Thiago Rodrigues; Alemão, Charles, Neris e Mansur; Leandro Vilela (Gabriel Pires), Wesley (Vitor Feijão), Zezinho, João Paulo (Lucas Fernandes); Zé Carlos e Felipe Augusto
Técnico: Wagner Lopes