Futebol

Valentim cogitou ficar e deixou Palmeiras por decisão da diretoria

São Paulo , SP
06/12/2017 17:52:00 — 06/12/2017 17:54:36

Em: Escolha do editor, Futebol, Notícias, Palmeiras

Alberto Valentim cogitava permanecer no Palmeiras. Em entrevista nesta quarta-feira, à ESPN, o interino afirmou que deixou o clube por uma decisão da diretoria alviverde um dia após uma reunião que teve com Alexandre Mattos e Cicero Souza segunda-feira, na Academia de Futebol.

“Conversei com o Alexandre e com o Cícero (Souza, gerente de futebol) na segunda-feira. Foi uma conversa boa para que eu continuasse. E ontem houve uma outra conversa, fechando o meu ciclo no Palmeiras, entendendo que era momento de sair, porque poderia ir para outra equipe”, disse Valentim, que é especulado para comandar Atlético-PR ou Sport em 2018.

(Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)

“Deixei muito claro para as equipes que estavam me sondando durante o campeonato que eu não conversaria, que só veria o futuro depois do campeonato. Sei que meu nome apareceu em alguns clubes, algumas sondagens estão sendo feitas. Espero voltar a trabalhar no ano que vem, quero muito. Me preparei muito para ser treinador e espero ter uma oportunidade rapidamente para, em 2018, fazer coisas boas como treinador”, completou.

Como integrante da comissão técnica permanente do Palmeiras, Alberto Valentim teve cinco passagens pelo posto de treinador interino desde 2014. O ex-lateral direito, encarregado de comandar o time após a saída de Cuca, acumulou seis vitórias, um empate e quatro derrotas nas últimas 11 rodadas no Campeonato Brasileiro.

“Quase no fim do campeonato, eu soube da contratação do Roger. Respeito profundamente, de verdade mesmo, a diretoria, o Alexandre, o presidente, o Cícero, as pessoas que comandam o futebol do Palmeiras. Tinha uma esperança, sim, de ser treinador, mas deixei claro em todas as entrevistas que estava tentando fazer o melhor e que depois a diretoria decidiria. Pude mostrar um pouquinho do meu trabalho. É legal e gratificante quando você consegue passar coisas do treinamento para o jogo. E isso aconteceu muitas e muitas vezes”.

Elogiado por líderes como Dudu e Edu Dracena, Valentim chegou a ver o Palmeiras depender das próprias forças para conquistar o título nacional, mas o sonho acabou rapidamente. As derrotas contra os frágeis Vitória e Avaí foram decisivas na avaliação negativa da diretoria.