Técnico do Verdão se nega a usar pôster santista para "pilhar" time

Edoardo Ghirotto - São Paulo,SP

01-12-2015 18:20:47

O pôster de campeão da Copa do Brasil que uma editora paulistana produziu para o Santos antes do segundo jogo da final com o Palmeiras deixou a comissão técnica de Marcelo Oliveira incomodada. O treinador alviverde afirmou que provocações dessa natureza não são saudáveis no meio futebolístico e podem tornar violento um jogo decisivo como o de quarta-feira. "Não gosto disso e não utilizo isso. O jogador já está muito pilhado naturalmente, porque é uma partida muito emocional. Eu até evito esse tipo de coisa", afirmou.

A Editora Escala justificou na segunda-feira que a revista incluindo o pôster de campeão era uma homenagem ao Santos e não estava diretamente ligada à disputa da final da Copa do Brasil. Intitulada “Copa do Brasil 2015 – Santos um time campeão”, a publicação era vendida em bancas de jornais por R$ 3,90 e continha fotografias do primeiro jogo da final, vencido pelo Peixe por 1 a 0, na Vila Belmiro. O pôster em questão trazia o grupo santista perfilado antes do duelo com o Palmeiras.

"A única coisa [que gostaria de dizer] com relação ao pôster é que o Palmeiras não tirou um retrato com todo o time antes do jogo. Houve uma foto com a equipe, mas não com o elenco inteiro. Não sabemos se é do Santos ou não, mas isso acrescenta muito pouco [à final]. Pilhar o jogador não é do meu feitio. Eu não faria isso", declarou Oliveira. "Falaram até que nós tentamos forçar um cartão vermelho para o Lucas Lima [no primeiro jogo]. Se ele estivesse fora seria bom, mas em nenhum momento a comissão técnica comentou algo sobre isso. Isso não faz parte dos meus princípios, pois só incita o acirramento de um jogo que já é tenso e competitivo".

Marcelo Oliveira deu a entender que aconselhará os jogadores do Palmeiras a não levarem as provocações do rival ao gramado. O treinador crê que o foco deve estar todo voltado para a preparação que foi coordenada ao longo da semana na Academia de Futebol. "Toda final envolve muita coisa. É uma história aqui e outra ali. O time não pode estar preocupado com isso. Tenho certeza que [o pôster] não partiu do Santos. Nós precisamos estar concentrados e canalizados no jogo. Temos de entrar muito firmes, fazer um jogo forte e com uma marcação correta e rígida para impor nossa condição e buscar o resultado", declarou.

Após a repercussão negativa que acompanhou a divulgação do pôster, o Santos emitiu uma nota em seu site dizendo não ter nenhum acordo com a Editora Escala para a comercialização do material. A diretoria prometeu que processará os responsáveis pela publicação. “O Santos FC esclarece que não tem contrato de licenciamento com a Editora Escala para uso de imagens de qualquer tipo, como foto de jogadores e escudo do clube. Sendo assim, o clube tomará as providências cabíveis”, comunicou o Peixe.

A Editora Escala passou a vender o pôster do título santista antes do 2º jogo da final (Foto: Reprodução)
A Editora Escala passou a vender o pôster do título santista antes do 2º jogo da final (Foto: Reprodução)

Deixe seu comentário