Otimista com sequência, Cuca fala em contagem regressiva para o título

São Paulo, SP

30-08-2016 08:00:42

Líder do Campeonato Brasileiro, com 43 pontos, o Palmeiras ficará frente a frente com rivais tradicionais nas próximas quatro rodadas do torneio, começando pelo Choque-Rei contra o São Paulo e terminando com o Derby diante do Corinthians. Entre os dois clássicos, o Verdão enfrentará ainda Grêmio e o Flamengo, segundo colocado. O técnico Cuca, apesar de considerar a sequência "dura", lembra que seu time conquistou resultados importantes diante das mesmas equipes na primeira metade da competição.

"Temos uma sequência dura, mas no primeiro turno a gente passou bem dessa sequência. Os quatro jogos que teremos agora são jogos de seis pontos, vão definir muita coisa: se um time vai abrir um pouquinho, se o outro vai passar, mas depois os outros também vão pegar essa carne de pescoço", ponderou o treinador palmeirense durante o programa Bem Amigos, do canal Sportv, na última segunda-feira.

Cuca citou o retrospecto dessa mesma sequência no primeiro turno, quando o Alviverde somou nove de 12 pontos disputados. Na ocasião, o time perdeu para o São Paulo (1 a 0), no Morumbi, mas bateu Grêmio (4 a 3), no Pacaembu, Flamengo (2 a 1), em Brasília, e Corinthians (1 a 0), no Palestra Itália.

Com três pontos de vantagem sobre a agremiação carioca, o Palmeiras não perde há cinco rodadas. Condição essa que faz com que Cuca inaugure a contagem regressiva para o título nacional, que o clube não conquista desde 1994.

"Eu estou pensando em levá-los a minha salinha, tenho um quadro bem grande lá com a tabela de jogos, com os resultados e com as partidas que estão por vir. É bom a gente estar vendo, é bom os jogadores estarem vendo, como eu fazia no Cruzeiro. Chega um momento em que, se você está na direção certa, fica na contagem regressiva mesmo", explicou o comandante.

Por fim, Cuca elogiou a postura do atacante Gabriel Jesus, que preferiu se transferir ao inglês Manchester City somente após o término da temporada brasileira. "Primeiro, eu passo esse mérito ao Gabriel, porque ele quis ficar. Se ele não quisesse ficar no Palmeiras, ele não teria ficado. Então, a gente fica superfeliz com o profissionalismo dele. É um menino que vale ouro, não tenho dúvida de que ele vai decolar na carreira. Ele merece porque é um grande profissional", avaliou.

Antes de começar a sequência contra o São Paulo no dia 7 de setembro, pela 23ª rodada do Brasileiro, o Palmeiras, no entanto, enfrentará o Botafogo-PB, nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no estádio Palestra Itália. O duelo será válido pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, da qual o Verdão defenderá o título.

Deixe seu comentário