Eduardo elogia rival Ceni e cita gordura do Palmeiras no Paulista

Bruno Ceccon - São Paulo,SP

10-03-2017 18:15:33

Em seu segundo clássico no comando do Palmeiras, Eduardo Baptista enfrenta o São Paulo às 16 horas (de Brasília) deste sábado, no Estádio Palestra Itália. Na véspera do confronto, ele elogiou o técnico Rogério Ceni e, com a Copa Libertadores como prioridade, sublinhou que seu time tem gordura para queimar no Campeonato Paulista.

“O Rogério teve muita coragem para assumir o São Paulo. É um ídolo eterno do clube, mas no Brasil a gente sabe que as pessoas têm memória curta. Ele está arrumando a casa. Vejo que ainda busca alguns acertos, mas tem feito muita coisa boa”, elogiou o palmeirense.

Sob o comando do técnico Rogério Ceni, o São Paulo defende uma série de nove partidas sem derrota. O goleiro Sidão, com uma lombalgia, será substituído por Denis, enquanto Breno e Lugano brigam pelo lugar do zagueiro Maicon, em recuperação de uma entorse no tornozelo esquerdo.

“É gostoso, uma partida com clima diferente. Estamos vindo de duas vitórias pelo Paulista e de um empate na Argentina, jogando com um a menos. O São Paulo também vive um bom momento. A expectativa é de um grande jogo, eu gosto de disputar grandes jogos”, afirmou Eduardo.


Como enfrenta o Jorge Wilstermann pela Copa Libertadores na próxima quarta-feira, o técnico palmeirense deve armar uma equipe alternativa para pegar o São Paulo. Com 15 pontos, o Palmeiras lidera o Grupo C do Campeonato Paulista, situação destacada por seu treinador.

“Temos responsabilidade e sabemos tudo que ronda o clássico, mas não vamos correr risco de perder alguém. Conseguimos uma gordura no Paulista. Em sete jogos, construímos uma pontuação que nos dá tranquilidade e a Libertadores agora é mais importante. Mas ganhar seria excepcional e influenciaria até na quarta-feira”, projetou.

Misterioso, Eduardo Baptista fechou o único treinamento do Palmeiras antes do clássico. Uma possível escalação tem Fernando Prass; Jean (Fabiano), Yerry Mina, Vitor Hugo e Egídio; Thiago Santos e Tchê Tchê; Roger Guedes (Borja), Guerra e Michel Bastos; Willian.

Deixe seu comentário