Mesmo após dois meses de jejum no Palmeiras, Rony tem segunda temporada mais artilheira da carreira - Gazeta Esportiva
Mesmo após dois meses de jejum no Palmeiras, Rony tem segunda temporada mais artilheira da carreira

Mesmo após dois meses de jejum no Palmeiras, Rony tem segunda temporada mais artilheira da carreira

Gazeta Esportiva

Por Redação

17/11/2023 às 07:00

São Paulo, SP

No último sábado, o atacante Rony encerrou jejum de mais de dois meses após balançar a rede na vitória do Palmeiras sobre o Internacional, pelo Brasileirão. O jogador passou por sequência ruim e acabou perdendo a titularidade após seca de gols. Mesmo assim, o atleta ainda faz a sua segunda temporada mais artilheira.

Em 2023, Rony marcou  até agora 14 gols em 57 jogos, segunda melhor marca da carreira ao lado do seu desempenho em 2016, quando balançou a rede 14 vezes em 51 jogos, pelo Náutico. Seu melhor desempenho foi em 2022, quando fez 23 gols em 63 jogos.

Com quatro partidas restantes no ano, o atacante tem a difícil missão de anotar dez gols para fazer a sua melhor temporada. Mesmo assim, o atleta não deixou de ressaltar a importância de voltar a marcar.

"Com certeza sai um peso, você se sente aliviado. É um gol fruto de um trabalho, que eu já vinha me cobrando muito. Então agradeço muito a Deus, à minha família, que sempre está me apoiando e sabe o quão difícil é você ser um profissional e ver que as coisas muitas vezes não acontecem como você quer. Então com certeza estou muito feliz pelo gol, por poder ter entrado e ter ajudado a minha equipe dentro de campo e é lógico que isso resgata a confiança de novo. Você está pronto para ajudar da melhor maneira possível, independentemente de estar entrando no primeiro tempo ou no segundo, o mais importante é ajudar a equipe dentro de campo", disse o atacante.



O começo do ano foi bom para Rony, que marcou seis gols entre fevereiro e março, durante a disputa do Paulistão. Na sequência, porém, o atacante passou por seca de mais de dois meses e voltou a marcar na Libertadores, em maio.

Entre junho e agosto, o jogador de 28 anos anotou apenas seis gols. Mas o número baixo de bolas na rede não foram a única deficiência ofensiva. No ano, Rony deu apenas sete assistências. A contribuição baixa no ataque acabou custando a titularidade do jogador, que perdeu vaga para Endrick em outubro.

Na tentativa de manter a sequência positiva, Rony e Palmeiras voltam a campo no dia 26 de novembro, contra o Fortaleza, na Arena Castelão, às 18h30 (de Brasília). A partida é válida pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Conteúdo Patrocinado