Futebol/Campeonato Paulista

Marcos Rocha conversa com Pitbull sobre o Derby e descarta favoritismo

Bruno Calió - São Paulo , SP
21/02/2018 08:00:12

Em: Campeonato Paulista, Futebol, Palmeiras

O Corinthians é o favorito para o Derby deste sábado, às 16h (de Brasília), em Itaquera. Ao menos essa é a opinião do lateral Marcos Rocha, que fugiu do discurso comum para explicar o porquê de sua opinião.

“Não somos favoritos. Favorito é o Corinthians por ser o atual campeão. Os outros clubes têm de ir atrás do título. Temos de continuar trabalhando, focados, para quem sabe no final da competição ser campeão”, afirmou o camisa 22 sem titubear.

A confiança do Palmeiras para o clássico está em alta, mas já foi maior. Os dois empates consecutivos nas últimas partidas (contra Linense e Ponte Preta) e, principalmente, o futebol apresentado nestes duelos já preocupa a torcida palestrina, que até então via grandes apresentações de uma equipe que detinha 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista.

Por outro lado, a moral corintiana está ainda mais prejudicada. As recentes derrotas contra Santo André e São Bento, e o empate diante do Red Bull certamente não aumentaram a confiança dos comandados de Fabio Carille, que ainda perdeu Marquinhos Gabriel lesionado.

“Se a gente estiver bastante focado, entender a estratégia de jogo do Roger, temos uma possibilidade de conseguir a vitória. Corinthians vai ter total apoio da torcida, pode motivar, mas temos de ter consciência que vai ser difícil. Mesmo com o Corinthians em momento de mudanças é uma equipe de bastante qualidade, são decisivos e podem fazer a diferença”.

Conversa com Felipe Melo

Acostumado aos duelos entre Atlético-MG e Cruzeiro, Marcos Rocha irá disputar o Derby pela primeira vez. Para entender a importância do maior clássico do Brasil, portanto, nada melhor do que uma conversa com um dos líderes do elenco palestrino.

“Vale mais do que os três pontos. Pode ser considerado um dos maiores clássicos da América do Sul. Tive contato com ex-corintianos sobre o jogo. Também conversei com o Felipe Melo aqui, que me passou a importância de jogar contra o Corinthians. Disse que pode dar tranquilidade, tirar um pouco da cobrança. Hoje na rua alguns torcedores já cobram a vitória contra o Corinthians. No clube, os funcionários. É importante dar essa resposta, eles ficam mais contentes”, concluiu.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com