Início de trabalho de Luxa tem números inferiores aos começos de Felipão e Mano

São Paulo, SP

08-04-2020 08:00:59

Com Vanderlei Luxemburgo no comando, o Palmeiras vem evoluindo em 2020. Antes da paralisação das competições devido à pandemia do novo coronavírus, o Palmeiras igualou o número de pontos do Santo André, líder do Grupo B do Campeonato Paulista, e conquistou duas vitórias em dois jogos na Copa Libertadores. Contudo, os números do time de Luxa são inferiores aos do início do trabalho de seus antecessores, Felipão e Mano Menezes.

O atual treinador do Palmeiras soma 12 partidas oficiais disputadas, com sete vitórias, quatro empates e uma derrota, totalizando um aproveitamento de 69,44%. Em relação aos gols, a favor e contra, a equipe de Luxemburgo marcou 20 vezes e foi vazada em cinco oportunidades.

Mano Menezes, o último técnico, assumiu o Alviverde durante o Campeonato Brasileiro de 2019. Em suas 12 primeiras partidas, ele registrou oito vitórias, três empates e uma derrota, com aproveitamento de 75%, superior ao de Luxa. O ex-comandante ainda tem o mesmo número de gols marcados, mas perde em tentos sofridos, com nove.


Já Luiz Felipe Scolari, que ocupou a vaga de Roger Machado no meio de 2018, somou oito triunfos, dois empates e duas derrotas com o mesmo número de jogos, tendo 72,22% de aproveitamento dos pontos. No ataque, Felipão perde por uma grande diferença, tendo levado o time a marcar 14 vezes. Na defesa, porém, o ex-treinador leva vantagem sobre os outros dois, já que sua equipe sofreu apenas três gols.

Com os campeonatos paralisados e as atividades nos clubes suspensas, Luxemburgo ainda não tem como trabalhar o time para superar as estatísticas dos concorrentes. No último dia 1º de abril, o Palmeiras concedeu férias coletivas aos jogadores pelo período de 20 dias.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Palmeiras?