Entre lesões, Verdão tem até reforço que não estreou com costas travadas

William Correia - São Paulo,SP

15-10-2015 09:00:16

Apesar das contestações do diretor de futebol Alexandre Mattos, Marcelo Oliveira tem citado os desfalques como argumento para as más atuações do Palmeiras, e as lesões vêm se acumulando. Entre os cinco vetados por falta de condições físicas no momento, há até um reforço que ainda não estreou pelo clube.

Contratado no primeiro semestre por indicação do então técnico Oswaldo de Oliveira, Fellype Gabriel encerrou tratamento por conta de cirurgia no joelho esquerdo e vem tratando de problemas musculares, mas já ficou no banco de reservas diversas vezes. Sua nova dificuldade física, contudo, são dores nas costas, que o fizeram ser cortado dos relacionados para enfrentar a Ponte Preta nessa quarta-feira.

“O Fellype estava treinando normalmente, até poderia ser uma opção para fazer a saída de bola, como segundo volante, próximo ao Zé Roberto. Mas, no treinamento de terça-feira, teve um desconforto, estava meio travado nas costas, e saiu da concentração”, relatou Marcelo Oliveira.

Fellype Gabriel é só mais um machucado. Vítima de frequentes problemas musculares, Arouca está com lesão em região próxima ao joelho direito e não tem previsão de retorno. Assim como Cleiton Xavier, que tenta se recuperar de sua quarta contusão na temporada, desta vez um estiramento na panturrilha direita. A lista ainda tem o volante Gabriel, que passou por cirurgia no joelho esquerdo em agosto e só volta em 2016.

A expectativa, agora, é pela recuperação de Robinho, que não enfrentou a Ponte Preta por ter sentido novamente dores musculares no treino de domingo. Marcelo Oliveira espera que o meio-campista esteja à disposição, ao menos, para enfrentar o Fluminense na próxima quarta-feira, pelas semifinais da Copa do Brasil.

“O Robinho estava animado, começou o treino de domingo muito bem e voltou a sentir um pouquinho exatamente o lugar onde havia machucado. Esperamos, senão para o Brasileiro, que ele possa voltar para a Copa do Brasil, quando precisaremos abrir mão do Thiago Santos, que não pode atuar pela competição”, lembrou o treinador.

Entre os jogadores vetados por problemas físicos, o Palmeiras ainda tem Luan, atacante que voltou de empréstimo do Al Sharjah, dos Emirados Árabes Unidos, e foi reintegrado por ter contrato até agosto. Mas o atacante ainda tenta se recuperar de lesão no tendão de Aquiles e Marcelo Oliveira só cogita usá-lo em 2016.

Deixe seu comentário