Futebol

Defesa forte, ataque irregular e catimba: o que o Palmeiras espera do Godoy Cruz

São Paulo , SP
15/05/2019 10:00:26

Em: Futebol, Libertadores, Palmeiras

Os palmeirenses já deixaram claro que não esperam facilidade nas oitavas de final da Copa Libertadores, contra o Godoy Cruz. Mas neste caso, o que aguardar do duelo que nunca ocorreu na história?

O Godoy Cruz tem uma defesa sólida e mostrou isso em sua campanha na Copa Libertadores. Apesar de estar em um grupo considerado mais fraco que os demais, o desempenho argtnino foi bom e a equipe sofreu apenas três gols.

Apenas Cruzeiro e San Lorenzo, com dois, e o próprio Palmeiras, vazado apenas uma vez, tiveram desempenho superior em sua parte defensiva. Em compensação, no ataque, o Godoy Cruz acertou apenas cinco bolas nas redes, o menor número entre os times classificados, ao lado do San Lorenzo.

Em termos de pontuação, o time pouco tradicional da Argentina avançou com a segunda pior campanha entre os classificados. Mesmo assim, a catimba, característica clássica das equipes do país, preocupa.

“Apesar de ter passado como um dos que menos pontuou, time argentino é difícil. Em uma Libertadores, catimba, sabe jogar. O Godoy Cruz não vai dar essa facilidade toda que estão expondo, não”, afirmou Diogo Barbosa.

No ano passado, o Godoy Cruz foi vice-campeão argentino, perdendo o título para o Boca Juniors por apenas dois pontos. Na última edição do torneio nacional (já encerrado), porém, a equipe ficou apenas na 14ª colocação.

Melhor campanha da fase de grupos, o Palmeiras fará o primeiro jogo diante do Godoy Cruz no dia 23 de julho (terça-feira), às 21h30 (de Brasília), em Mendonza, na Argentina. O duelo da volta acontece uma semana depois, no Allianz Parque, e na mesma faixa de hora.




×
Quer receber notícias do Palmeiras?