De Ademir a Tonhão, Palmeiras reúne ídolos e celebra Arrancada

Bruno Ceccon - São Paulo , SP
20/09/2019 23:36:33 — 20/09/2019 23:39:19

Em: Escolha do editor, Futebol, Palmeiras


No dia em que a Arrancada Heroica completou 77 anos, o Palmeiras reuniu alguns de seus maiores ídolos. Nesta sexta-feira, de Ademir da Guia a Tonhão, os ex-jogadores foram homenageados pelo presidente Maurício Galiotte no tradicional Jantar dos Veteranos.

“É um dia que realmente marca muito para todos nós, um dia importante. Estão aqui vários jogadores que construíram a história do Palmeiras e fizeram com que esse clube crescesse tanto ao longo da sua história, com muitas conquistas”, disse Galiotte à Gazeta Esportiva.

Nomes como Ademir da Guia, Dudu, Alfredo Mostarda, Edu Bala e Nei, ícones da Academia de Futebol, marcaram presença. Assim como Galeano e Tonhão, que atuaram durante os anos 1990 – o ex-zagueiro, carismático, foi o único que teve o nome gritado pelos torcedores.

“É absolutamente justa essa homenagem e, até certo ponto, simples por tudo que eles fizeram. O Palmeiras não deixa de lembrar seus craques e as pessoas que construíram o clube, fazendo dele tão vencedor. Nosso agradecimento é eterno”, declarou Maurício Galiotte.

Além dos grandes ídolos, atletas com trajetórias mais modestas também foram lembrados, como o versátil Wendel e os ex-laterais Índio e Odair, entre outros. O argentino Gustavo Aguirre, ícone do basquete, marcou presença. Anunciados pelo sistema de som, todos subiram ao palco e receberam camisas oficiais do Palmeiras.

O Jantar dos Veteranos é promovido anualmente pelo clube de forma ininterrupta desde 1972. A tradição foi iniciada pelo ex-goleiro Oberdan Cattani e a celebração é promovida no mês setembro para reverenciar a Arrancada Heroica de 1942, episódio que marcou a transição de Palestra Itália para Palmeiras.




×
Quer receber notícias do Palmeiras?