Gazeta Esportiva

Com dois de Ruan Ribeiro, Palmeiras goleia o Floresta-CE e pega o Goiás na semifinal da Copinha

São Paulo, SP

18/01/23 | 23:40 - 19/01/23 | 01:22

Atual campeão da Copinha, o Palmeiras enfrentou o Floresta-CE na noite desta quarta-feira, pelas quartas de final, no Estádio Bruno José Daniel. Com gols de Ruan Ribeiro (2), David Kauã, Kevin e Pedro Lima, o Verdão goleou por 5 a 0.

Com nova vitória praticamente toda construída na primeira etapa, as Crias da Academia avançam à semifinal e, assim, seguem embaladas na busca pelo bicampeonato. A equipe alviverde marcou ao todo 26 gols e sofreu apenas dois - possui o melhor ataque e defesa da competição.

Na semifinal, o Palmeiras encara o Goiás, que eliminou o Sport mais cedo ao vencer por 1 a 0. O confronto ainda não tem data, horário e palco definidos.

Os gols do Palmeiras sobre o Floresta-CE

Jogando pela primeira vez fora de São José do Rio Preto na Copinha, o Palmeiras não sentiu a mudança de local e, empurrado pelos 11.015 torcedores presentes, abriu o placar logo aos seis minutos de jogo. David Kauã cobrou escanteio na primeira trave e Ruan Ribeiro desviou para marcar.

Aos 24 minutos, Pedro Lima recebeu dentro da área e foi chutado por Cris. O árbitro, então, não hesitou em marcar a penalidade. Na cobrança, Ruan Ribeiro superou a catimba do goleiro Wilderk e fez o segundo do Palmeiras na partida. O tento foi o oitavo do camisa 9, artilheiro isolado da Copinha.

Já na reta final, aos 42, o Verdão ampliou ainda mais a vantagem. Kevin costurou a defesa do Floresta e rolou para David Kauã, que gingou diante da marcação de Léo e soltou uma bomba, no ângulo do gol de Wilderk.

Cinco minutos mais tarde, foi a vez de David Kauã servir Kevin, que limpou dois marcadores e tocou na saída do goleiro, transformando a vitória alviverde em goleada.


Controle e gol na segunda etapa

Na volta do intervalo, o Palmeiras teve outras chances de ampliar a vantagem. Aos 21 minutos, Ruan Ribeiro invadiu a área, passou pelo marcador e bateu cruzado, mas parou em defesa de Wilderk. Dois minutos depois, Pedro Lima recebeu de David Kauã e chutou colocado, sem sucesso.

As Crias da Academia seguiram em cima e, aos 29, levaram perigo novamente com Pedro Lima. O camisa 8 recebeu na área, errou o domínio, mas se recuperou e conseguiu fazer a finalização, raspando o travessão.

Por fim, Pedro Lima balançou as redes e deu números finais ao confronto. Aos 47 minutos do segundo tempo, o meia subiu mais do que a defesa do Floresta após escanteio cobrado por Kauan Santos e cabeceou para o fundo da rede.

Deixe seu comentário