Palmeiras bate Athletico-PR e consolida hegemonia continental com inédita Recopa

São Paulo, SP

02/03/22 | 23:20 - 03/03/22 | 01:53

Nesta quarta-feira, o Palmeiras consolidou o seu reinado no continente ao vencer o Athletico Paranaense por 2 a 0, no Allianz Parque, e conquistar o título da Recopa Sul-Americana. Os gols que garantiram a taça à equipe de Abel Ferreira foram marcados por Zé Rafael, em bela cobrança de falta, e Danilo.

Esta foi a primeira vez que o Palmeiras levantou o troféu da Recopa. No ano passado, o Verdão foi superado pelo Defensa y Justicia na final. Além disso, não disputou o torneio após conquistar a Libertadores de 1999, já que a competição não foi realizada entre os anos de 1999 e 2002.

O Palmeiras dominou ações da primeira etapa, controlando a posse e recuperando a bola com eficiência. Apesar de não ter sofrido atrás, o time alviverde encontrou dificuldade para furar o bloqueio do Furacão. Diversas bolas foram cruzadas, mas sem ninguém para completar.

Logo no retorno do intervalo, o Allianz foi abaixo com o gol de falta de Zé Rafael. Em cobrança da entrada da área, o volante colocou a boa por cima da barreira e deixou o time na frente. A partir de então, os visitantes apenas assustaram em chute de fora da área de Marlos, e o Palestra conseguiu ampliar com Danilo. O volante aproveitou passe preciso de Atuesta para sacramentar a vitória.

Próximos compromissos

Agora, o Palmeiras volta suas atenções para o Campeonato Paulista. O time terá pela frente o Guarani, no domingo, às 16h, no Allianz Parque. O Verdão é o líder do grupo C, com 17 pontos conquistados. Enquanto isso, o Athletico entra em campo para enfrentar o Cascavel, às 16h do domingo, pelo Paranaense.


Primeiro tempo

O Palmeiras iniciou a partida tendo o domínio da posse de bola. Rony atuou como referência, com Raphael Veiga sendo o meia e Dudu e Gabriel Veron abertos pelas pontas. Na primeira finalização do Verdão, Dudu fez fila pela direita, mas não conseguiu chutar. A bola sobrou para Rony, que pegou mal na bola e mandou à esquerda do gol.

Na sequência, Rony inverteu para Dudu, que arriscou chute de fora da área e mandou para fora. O Athletico ameaçou pela esquerda, mas Pablo não conseguiu completar cruzamento rasteiro. Na sobra, Cittadini não pegou bem na bola.

Segundo tempo

O Verdão voltou do intervalo com Wesley na vaga de Veron. Logo aos quatro minutos, o Palmeiras abriu o placar no Allianz. Veiga sofreu falta próxima à área, e Zé Rafael foi para a cobrança. O volante acertou um lindo chute, sem chance para Santos, colocando o time na frente.

Logo na sequência, o Verdão quase anotou uma nova pintura. Após cruzamento da direita, Rony emendou uma bicicleta, parando em grande defesa de Santos. O Athletico respondeu com Marlos, que trouxe da direita para dentro e quase marcou um golaço de fora da área, mandando por cima do travessão.

Veiga recebeu passe na entrada da área e finalizou de direita, exigindo defesa de Santos no canto esquerdo. Aos 43 minutos, Atuesta recuperou a bola no campo de ataque e rolou a bola com precisão para Danilo, que chegou de trás e finalizou rasteiro para dar números finais ao jogo. Em confusão após o gol, Abel Ferreira e um membro da comissão do Athletico foram expulsos.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 0 ATHLETICO PARANAENSE

Data: 02 de março de 2022, quarta-feira
Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP
Horário: 21h30 (de Brasília)
Público: 30.065
Renda: R$ 2.562.317,30
Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)
Assistentes: Jorge Urrego e Tulio Moreno (ambos da VEN)
VAR: German Delfino (ARG)
Cartão amarelo: Abel Ferreira (Palmeiras)
Cartão vermelho: Abel Ferreira (Palmeiras)

GOLS:
Palmeiras: Zé Rafael (4 minutos do 2º tempo) e Danilo (43 minutos do 2º tempo)

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Gustavo Gómez, Murilo e Piquerez; Danilo, Zé Rafael (Jailson) e Raphael Veiga (Mayke); Dudu (Atuesta), Gabriel Veron (Wesley) e Rony.
Técnico: Abel Ferreira

ATHLETICO: Santos; Khellven (Christian), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Hugo Moura (Rômulo), Erick, Matheus Fernandes (Julimar), Léo Cittadini (Mercado) e David Terans (Marlos); Pablo
Técnico: Alberto Valentim

Deixe seu comentário