Gazeta Esportiva

Diretoria do Manchester United coloca clube à disposição para possível venda

São Paulo, SP

22/11/22 | 21:27

Nesta terça-feira, a diretoria do Manchester United comunicou que o clube está à venda. Em nota oficial, os atuais donos do clube divulgaram que explorarão alternativas para impulsionar o crescimento do clube dentro e fora de campo. Uma eventual venda passa a ser cogitada.

Vender o clube é apenas uma das alternativas consideradas pela diretoria do clube, embora seja algo comum entre os principais times ingleses. No momento, o Liverpool está aberto para venda e o Chelsea foi vendido na temporada passada.

Os irmãos Avram e Joel Glazer, membros da diretoria do clube, explicaram as possíveis medidas da diretoria.

“Conforme buscamos continuar construindo a história de sucesso do clube, a diretoria autorizou uma minuciosa avaliação de alternativas estratégicas. Avaliaremos todas as opções para garantir que sirvamos a torcida da melhor maneira e que o Manchester United maximize o crescimento significante de oportunidades disponíveis ao clube hoje e no futuro”, relataram em nota oficial.


A família Glazer é proprietária do Manchester United desde 2005, quando Malcom Glazer adquiriu o clube por cerca de 790 milhões de libras. A gestão, no entanto, deixou a desejar em vários momentos e, na última década, viu um período de poucas conquistas para o Manchester United e muitas polêmicas desde a aposentadoria do ex-treinador Sir Alex Ferguson.

Recentemente, episódios envolvendo Cristiano Ronaldo tumultuaram os bastidores e o astro português concedeu entrevista na qual criticou a diretoria do clube. O atacante rescindiu seu contrato com o Manchester United. Os Glazer chegaram a ser alvos de protestos da torcida no início da temporada.

Deixe seu comentário